APARIÇÕES DE JACAREI

APARIÇÕES DE JACAREI

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

JACAREI, 24 DE SETEMBRO DE 2014

"-Meus filhos, continuai a rezar o Santo Rosário todos os dias. Com ele, os planos de Satanás são destruídos e as almas são salvas em grande número. Somente muitos cercos de jericó com o Meu Rosário podem salvar o Brasil e o mundo dos males que Satanás planeja contra eles."

JACAREI, 25 DE SETEMBRO DE 2014

"- Meus filhos, rezai muito. Continuai a rezar o Santo Rosario todos os dias. Rezai sobretudo para que a Minha Mensagem de La Salette seja conhecida de todos os Meus filhos o mais depressa possivel para que todos se convertam porque o grande castigo esta muito perto."

JACAREI, 16 DE SETEMBRO DE 2005

Jacarei, 16 de Setembro de 2005

(Relato-Marcos): O Divino Espírito Santo
deu-me uma Mensagem neste dia. Ele
apareceu como das outras vezes, vestido de
branco, com cabelos claros, aspecto de um
jovem de 25 a 30 anos de idade, mais ou
menos, brilhando muito. A Mensagem foi
dada a mim, mas, dirigida a cada um em
particular, por isso o Espírito Santo fala a
cada um na 2ª pessoa do singular e não no
plural. Eis a Mensagem:

DIVINO ESPÍRITO SANTO

“-Marcos, Meu bem-amado, escreve o que
Eu vou te dizer: Vem a Mim, filho; tu que
estás sufocado em trevas e já não podes
mais respirar o ar da Graça; vem a Mim, tu
que estás já em decomposição espiritual e já
não podes dizer sequer uma palavra. Vem a
Mim, tu que andas como um exilado, um
abandonado... Vem a Mim, tu que te
pareces com uma casa desabitada e já em
ruínas! Vem a Mim, tu que pareces um rio
seco, que não possui mais que pedras e
galhos secos! Vem, tu que já não rezas, não
crês, não esperas, não amas, e que te
pareces com todas estas coisas! Vem a Mim,
querido Meu, que Eu ainda te amo! Vem a
Mim, e te farei rio caudaloso e cheio de
águas da Vida! Vem, e te farei ser um
jardim reverdejante; os pássaros cantarão
sem cessar e as flores nunca murcharão em
ti. Vem, e farei de ti Meu jardim de
descanso; farei de ti Minha câmara real e te
darei um diadema de luz celestial. Vem, e
Eu farei de ti Meu campo reservado; Meu
bem real! Mas, antes de tornar-te tudo isso,
teremos, Eu e tu, que pôr todos os Meus
rivais, um por um, em fuga da tua alma,
para que então haja lugar para Mim. Eu
quero fazer isso por Meio da Minha Esposa
e Consorte Celestial, a Virgem Maria.
Enganam-se e enganam os outros os que
pensam e dizem que Eu opero nas almas e
no mundo sem Ela! Onde Ela não está, Eu
não estou e nunca estarei! Onde Ela está, Eu
estou e sempre estarei! Este é o motivo pelo
qual não posso agir tanto quanto quero no
mundo, pois não encontro Minha Esposa
reinante em quase nenhuma alma! Sem Ela,
nada do que fazeis Me agrada, nada Me
atrai! Nada Me atrai! Nada Me encanta, nem
Me alegra! Eu resisto aos que Lhe resistem;
detesto os que A detestam; rejeito os que A
rejeitam; e afasto os que A afastam. Eu amo
os que A amam; exalto só os que A exaltam;
enobreço os que vivem por Ela e para Ela; e
prefiro somente os que mais A querem. Por
isso, Eu somente desço e comunico Meu
Amor às almas nas quais A encontro Viva e
totalmente reinante! Nas almas onde Eu
não vejo a Minha Esposa Intocada, não
entro, antes, fujo; e então entra, naquela
alma, outro espírito, o demônio, Meu
inimigo desde o princípio, e naquela alma
serão totais as trevas! É por isso que em
certos locais prediletos da Minha Esposa,
locais das Aparições, Eu derramo tão
avassaladoras graças do Meu poder! Em
Medjugorje mesmo, cujos hinos de lá estou
ouvindo (obs: são os hinos de Medjugorje
que eu uso nas minhas orações), Sou Eu
mesmo que derramo tão copiosa e profunda
graça, movendo milhões de corações para a
Minha Esposa e Ela, por Sua vez, para Mim!
Gosto de ouvir as vozes dos medjugorjianos
cantando para Ela, e dou graças extremas
de amor para eles! Aqui, também, Eu
derramo estas graças extremas do Meu
poder por causa de ti, Meu filhinho Marcos,
e de alguns poucos que têm amor por Ela e
nos quais A encontro! Por isso, filho, tu,
alma que me ouves, grava bem em ti esta
Minha Lei imutável: Eu não opero fora da
Trindade sem a Virgem Maria! Vou repetir-
te mais uma vez, com voz ainda mais solene
para que não o esqueças jamais: EU NÃO
OPERO FORA DA TRINDADE SEM A VIRGEM
MARIA! Se creres e obedeceres esta Minha
Lei de Amor, viverás e serás salvo pela
Minha Graça! Marcos-das-dores-da-Mãe-de-
Deus, escreveste tudo. Agora, secretário-de-
Deus-Vivo, anuncia tudo isso ao mundo!
Quem crer viverá! Quem não crer, já está
condenado e perecerá! Eu, Teu Deus, te amo
e Me despeço de ti por hoje! A paz! Voltarei
na 3ª feira! A paz!”

(Relato-Marcos): Em
seguida, abençoou-me e desapareceu.
Houveram colóquios pessoais meus com o
Espírito Santo, mas que não posso revelar
aqui.

Jacareí, 08 de Março de 2005

Jacareí, 08 de Março de 2005

Neste dia, Nosso Senhor Jesus Cristo fez 10
Promessas para os que rezarem o Terço das
Lágrimas de Sangue de Nossa Senhora todos
os dias. Ouçamos as Promessas do Sagrado
Coração.
1ª) Não morrerão de morte violenta.
2ª) Não conhecerão o fogo do inferno.
3ª) Não serão flagelados pela miséria.
4ª) Não conhecerão as chamas do
Purgatório.
5ª) Não morrerão sem antes receberem o
perdão de Deus.
6ª) Serão confortados por minha Mãe em
pessoa na agonia.
7ª) Serão transladados por Ela e colocados
ao lado de seu Trono de Rainha no Céu.
8ª) Ocuparão o Coro dos Mártires como se o
houvessem sido de fato na terra.
9ª) Não se condenarão as almas de seus
parentes até a quarta geração.
10ª) No Paraíso seguirão a minha Mãe por
toda parte e terão um conhecimento, uma
felicidade singular, que outros que não
tenham rezado o Terço das Lágrimas de
minha Mãe não terão.

Jacareí, 13 de Março de 2005
Nesse dia, Nosso Senhor Jesus Cristo fez 6
Promessas para os que divulgarem as
Mensagens das Aparições de Jacareí.
Ouçamos a Mensagem do Sagrado Coração.
1ª) Não serão flagelados quer pela miséria
espiritual, quer pela temporal.
2ª) Serão protegidos por Minha Mãe
Santíssima e por Mim durante toda a sua
vida.
3ª) Serão protegidos por Nós na sua morte e
diretamente encaminhados para o Paraíso.
4ª) Serão colocados entre os mais belos e
sublimes Serafins do Paraíso.
5ª) Estarão sempre mergulhados em
profundo êxtase divino no Paraíso,
contemplando os Mistérios Divinos, e deles
recebendo a luz e a felicidade sem fim.
6ª) Na vida e na morte tudo obterão dos
Nossos Corações, e sempre serão
confortados por Nós.

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE


MEDJUGORJE, 02 de novembro de 2008


Queridos filhos!
Hoje eu os chamo a uma completa união com
Deus. O seu corpo está na terra, mas eu lhes
peço para que sua alma esteja toda ela o mais
freqüente perto de Deus. Vocês alcançarão isto
através da oração, da oração com um coração
aberto. Deste modo vocês agradecerão a Deus
pela incomensurável bondade que Ele lhes dá
através de mim e, com um coração sincero,
vocês receberão a obrigação de tratarem as
almas que vocês encontrarem com igual
bondade. Obrigada,meus filhos.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

A MEDALHA DE SAO BENTO

PEÇA A SUA MEDALHA PELO TELEFONE

(0XX12) 99701-2427


Medalha de São Bento


Conta-se que feiticeiras da Bavieira, acusadas de
suas maldades contra o povo daquela região,
confessaram ver seus feitiços inteiramente
anulados pelo poder da Cruz; e que em todos os
lugares onde estivesse a Cruz, seus malefícios
nunca logravam efeito.
E contaram que, especialmente no mosteiro de
Metten, nunca conseguiram êxitos em suas
maldades e concluíram que isso se devia ao fato
da existência de alguma Cruz naquele lugar.
Por causa disso, as autoridades locais foram
consultar os monges da abadia de Metten sobre o
assunto.
Depois de muito procurar, constataram de fato
que o mosteiro era repleto de cruzes gravadas
nas paredes e com uma inscrição acima delas.
Era preciso descobrir o porquê disso e por quem
as cruzes foram gravadas. Suas investigações os
levaram a biblioteca, a um antigo livro escrito por
ordem do abade, no ano de 1415.
O livro transcrevia escritos sobre a Cruz, com
inúmeros desenhos a bico de pena realizados por
um monge anônimo. Esses escritos eram a oraçao de sao Bento ou exorcismo de Sao Bento que se ve na medalha. Era essa oraçao, essa medalha que impedia que os feitiços das bruxas de Metten fizessem mal ao mosteiro. Isso nos mostra quao poderoda e a medalha de Sao Bento para nos proteger de feitiços e de todos os ataques de Satanas.

Significado

A medalha de São Bento, difundida no
mundo inteiro desde o século XVIII, foi aprovada
pelo Papa Bento XIV em 1742.
Até hoje a medalha que usamos traz numa face a
figura de São Bento, tendo em mãos a Regra que
escreveu e a Cruz, com a qual operou tantos
milagres, numa face está escrito:
CRUX SANCTI PATRIS BENEDICTI
CRUZ DO SANTO PAI BENTO.
Na outra face há uma Cruz.
No traço vertical as letras:
C.S.S.M.L.
E no horizontal as letras:
N.D.S.M.D.
Que significam respectivamente:
CRUX SACRA SIT MIHI LUX = A Cruz Sagrada
seja minha luz.
NON DRACO SIT MIHI DUX = Não seja o dragão
meu guia.
Em torno da Cruz, em toda a volta da medalha,
estão as letras:
V.R.S.N.S.M.V.S.M.Q.L.I.V.B.
Iniciais da Oração:
VADE RETRO SATANA, NUNQUAM SUADE MIHI
VANA, SUNT MALA QUAE LIBAS, IPSE VENENA
BIBAS.
Retira-te, satanás, nunca me aconselhes coisas
vãs; é mau o que tu ofereces, bebe tu mesmo o
teu veneno.

Modos de usar a medalha:
Para conseguir seus saudáveis efeitos nas nossas
necessidades espirituais e corporais, e para que
nos defenda, especialmente contra os ataques do
espírito maligno, a Igreja dispôs que, ao serem
bentas as medalhas, se digam orações especiais.
A medalha deve ser levada no peito, ou de outro
modo sobre a pessoa. Pode se colocar também
nas portas das casas; alguns as enterram no
solo.
Aplica-se, em caso de doença, à parte dolorida ou
enferma. Para os animais doentes, mergulha-se a
medalha na água que devem beber.
São inumeráveis os casos em que o Senhor tem
confirmado nos fiéis a devoção à medalha
milagrosa de São Bento. Tem-se experimentado
sua eficácia de modo especial conseguindo-se
repentinas conversões, muitas até mesmo na
hora da morte; salvando-se mães e filhos na hora
do parto; preservando de raios, tempestades,
pestes, doenças, venenos e outros perigos, assim
como da influência do espírito maligno.
Nenhuma oração foi ensinada para se alcançar
essas graças, porém é costume se beijar a
medalha. Alguns rezam, ao pedir estas graças,
cinco Glórias ao Pai, em memória da Paixão do
Senhor, três ave-marias, em honra à Santíssima
Virgem, e um Pai Nosso, para alcançar a
intercessão de São Bento.

Oração à S. Bento para alcançar alguma graça:

Ó glorioso Patriarca São Bento, que vos

mostrastes sempre compassivo com os

necessitados, fazei que também nós, recorrendo

à vossa poderosa intercessão, obtenhamos

auxílio em todas as nossas aflições, que nas

famílias reine a paz e a tranquilidade; que se

afastem de nós todas as desgraças tanto

corporais como espirituais, especialmente o mal

do pecado. Alcançai do Senhor a graça ... que

vos suplicamos, finalmente, vos pedimos que ao

término de nossa vida terrestre possamos ir

louvar a Deus convosco no Paraíso.

Amém.

sábado, 13 de setembro de 2014

MARCOS TADEU COM 7 ANOS

UMA DAS RARAS FOTOS DO ESCOLHIDO DA MAE DE DEUS ANTES DAS APARIÇOES, O PRIVILEGIADO VIDENTE MARCOS TADEU, COM 7 ANOS DE IDADE, AO LADO DE SUA PROFESSORA,  NO DIA 21 DE OUTUBRO DE 1984, DIA  EM QUE RECEBEU SEU PRIMEIRO DIPLOMA POR JA SABER LER E ESCREVER COM APENAS 8 MESES DE APRENDIZADO.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A SANTA MEDALHA DA PAZ

No dia 8 de novembro de 1993 , o jovem
Marcos Tadeu , então com 16 anos , foi
distinguido com a aparição da
Santíssima Virgem Maria Mãe de Deus
sob o título de Rainha e Mensageira da
Paz , vem lhe aparecendo todos os dias
desde o dia 7 de fevereiro de 1991 em
Jacareí , Estado de São Paulo , Brasil.
Naquela ocasião estava ele esperando a
vinda de Nossa Senhora no Monte das
Aparições , quando subitamente surgiu
uma grande serpente que queria devorá-
lo. Ficou com muito medo diante daquele
ser pavoroso , quando derrepente
apareceu a Virgem Santíssima , Gloriosa
e Brilhante , que esmagava a cabeça da
serpente infernal que furiosa, se debatia
para todos os lados agitando a sua
cauda.A Virgem tomou a posição
majestosa e terna que se vê na Medalha e
em seguida apareceram em sua mão
direita uma Hóstia Brilhante e na
esquerda um Terço com contas
luminosas. Em sua cabeça cintilava uma
coroa de 12 estrelas . Em baixo de seus
pés que continuavam esmagando a
serpente , formou-se uma nuvem onde se
podia ver sete rosas vermelhas que
brilhavam intensamente .
Depois disso apareceram em letras
luminosas , em forma de arco , as
seguintes palavras ao redor de Nossa
Senhora : " Rainha e Mensageira da
Paz" . O Quadro virou-se e apareceu uma
grande coração cercado de espinhos
onde emanava uma grande luz e , desta
luz saía uma pomba luminosa com as
seguintes palavras luminosas em forma
de um arco a seu redor: " Rogai a Paz ao
mundo inteiro". Em seguida , a Senhora
disse: "Mande cunhar uma Medalha da
forma como eu lhe mostrei e difunda-a
pelo mundo inteiro. Esta medalha ,
Graça de Amor particular do Meu
coração , deve ser usada por todos que
desejam a Paz . Todos que a usarem
receberam grandes graças do Meu
Coração. Levarão a Paz onde houver
guerra. Suas Famílias serão repletas de
Paz e de Amor. Satanás ficará impotente
ao ver esta Medalha e fugirá diante
daqueles que a trouxerem com amor e
devoção. Os sentimentos de ódio , rancor
e discórdia desaparecerão de onde
estiver presente a minha Medalha . Eu
protegerei com graças especiais do Meu
Coração aos que a usarem com fé." Os
símbolos da Medalha revelam uma
mensagem de oração e conversão : a
Hóstia na mão direita de Nossa Senhora
é um convite à recepção freqüente dos
sacramentos especialmente o da
Eucaristia; o Terço brilhando na Mão
esquerda da Virgem expressa o seu
convite freqüente à oração do Rosário
todos os dias ; à Coroa de 12 estrelas
significa que Ela é a Mulher revestida de
Sol e a Rainha do Mundo ; os braços
abertos mostrando Seu Imaculado
Coração no Peito mostra o Seu desejo de
encerrar a todos os seus filhos no refúgio
do Seu Coração ; a serpente esmagada
debaixo de Seus pés indica que Nossa
Senhora será a única vencedora da
Batalha contra o demônio e que
Triunfará o Seu Imaculado Coração ; as
sete rosas na nuvem indicam os Sete
Terços que Ela ensinou em Jacareí: Terço
da Eucaristia, Terço da Paz , Terço dos
consagrados a Ela, Terço dos Sagrados
Corações Unidos , Terço pela Igreja ,
Terço do Imaculado Coração , Terço do
Triunfo .
O Coração no verso da Medalha significa
o Imaculado Coração de Maria de onde
virá o Espírito Santo com a Paz para o
mundo inteiro. Nossa Senhora promete a
todos que usarem a Sua Medalha que não
os abandonará nos momentos difíceis no
serviço de Deus e os ajudará sempre a
vencer as provações. Muitas graças já
forma alcançadas pelas pessoas que
usaram a Medalha da Paz da Santíssima
Virgem Maria de Jacareí e muitas
conversões de pessoas que estavam
afastadas de Deus e dos sacramentos há
mais de 50 anos foram obtidas com ela.
Usar a Medalha da Paz é colocar-se sob a
proteção de Maria na vida e na morte e
viver uma vida de Santidade com Ela
para agradar e servir a Deus.


Devemos usar a Medalha da Paz com

confiança e devoção , beijá-la

respeitosamente da manhã ,durante o

dia e à noite dizendo: Rainha e

Mensageira da Paz, rogai a Paz ao

mundo inteiro! Devemos também

propagar esta medalha distribuindo-a

com o folheto explicativo da aparição aos

doentes , amigos , crianças , pessoas que

estão em dificuldades , etc. No dia

17/07/2001 , Nossa Senhora em Sua

aparição ao Marcos Tadeu pediu que

rezássemos sempre a seguinte oração

segurando a Medalha :

" Ò Virgem da Santa Medalha da Paz ,

Protegei e Guardai o meu corpo e

minha alma de todo o Mal. Amém" .

Então façamos com Amor o que a

Virgem Santíssima está nos pedindo.


Mensagem de Nossa Senhora do dia

05/01/2000 Sobre a Santa Medalha da

Paz

(Obs.: Neste dia foram apresentadas à

Nossa Senhora algumas Medalhas da Paz

para serem abençoadas, o que a deixou

muito feliz.)

(Nossa Senhora) “-Eis a Medalha da Paz!

Paz... Paz... Paz... Ela é meio pelo qual o

mundo encontrará a Paz, se A usar com

piedade e devoção.

Vê Meu filho, e diz que a Medalha da Paz

é o Dom maior do Meu Coração

Imaculado que Eu dou aos Meus filhos...

O inimigo recuará diante dela, e aqueles

que A usarem com fé e devoção serão

livres de muitos perigos e escaparão do

inferno, se rezarem o Rosário e não

pecarem, levando-a sobre o peito com fé

e amor.

Aonde a Medalha da Paz chegar, lá Eu

estarei VIVA! Realizando as maiores

Graças do Senhor. E aqueles que A

usarem sobre o peito terão a completa

certeza da Minha presença e da Minha

especialíssima proteção tanto na vida

quanto na morte.

Diga a todos os Meus filhos que não

quero que eles usem a Medalha nem nas

bolsas e nem nos bolsos, e que eles a

usem pendurada no pescoço, sobre o

peito... Os Meus filhos devem levá-la

sobre o seu peito.

A Minha Medalha é o escudo que dou

para os Meus filhos se defenderem dos

ataques inesperados de satanás!”

(Marcos: “- Senhora, como que a Senhora

quer que a Santa Medalha da Paz seja

divulgada?”)

(Nossa Senhora) “– De todas as

maneiras... Fale, escreva a todas as

pessoas com as quais você puder entrar

em contato! Eis a sua missão até o fim da

sua vida: Levar a Minha Medalha, e dá-

lA a conhecer a todos aqueles com os

quais você encontrar...

Seja a Medalha da Paz sua Companheira

inseparável em todos os momentos pois

onde Ela estiver, esteja certo de que Eu

estarei lá também...”

(Comentários do vidente Marcos Tadeu: “-

Aqui Ela abençoou as Medalhas e o povo.

Quando Nossa Senhora foi dar a Benção

sobre as Medalhas da Paz, Ela levantou a

Sua Mão direita ao alto, então Sua mão

inflamou-se, tornou-se incandescente e

dela emanava , irradiava uma luz

brilhantíssima como o Sol. Então Ela

traçou o sinal da Cruz que ficou

luminoso, e que Ela ia desenhando com a

própria mão. Quando o Sinal da Cruz

estava completamente formado, então Ele

girou sobre i seu eixo lateral, como que

tombando para frente ficando na posição

horizontal sobre as Medalhas que

estavam colocadas ao chão, à frente de

Nossa Senhora.

Então, aquela Cruz de Luz se desfez em

inúmeras partículas de Luz que descendo

foram pousar sobre as Medalhas,

abençoando-as.

Nunca eu tinha visto Nossa Senhora

abençoar com a Sua Mão ficando assim,

como um Sol incandescente de Luz., e isto

muito me impressionou.

Depois da benção, antes de partir, voltou

Seu olhar novamente para as Medalhas

que estavam no chão, à Sua frente, e com

ternura indizível disse:)

(Nossa Senhora) “– Você não pode

imaginar o quanto me torna feliz com a

cunhagem dessas Medalhas!”

(Marcos: “-Depois elevando-se partiu para

o Céu.”)


Mensagem do Divino Espírito Santo,

30/10/2005 sobre a Santa Medalha da

Paz

‘-Filho, Eu, Deus sou o que te cumula de

favores e faz a tua taça transbordar,

houve e diz a todos que a Santa Medalha

da Paz é a Medalha do 2º Pentecostes

Mundial, foi por isso que Eu apareci, no

momento da revelação desta Medalha, a

fim de que ficasse gravada no modelo a

minha imagem. Esta Medalha é o meio

pelo qual quero espalhar o meu Reino de

amor por toda a terra. Esta Medalha é o

canal pelo qual a minha graça é levada a

toda parte, a todas as almas. Se o mundo

a receber com amor sincero, então o

meu poder se desencadeará em

conversões massivas. Esta Medalha vai

preparar o mundo para a minha 2ª

descida histórica.’


Jacarei, 08 de Novembro de 2005 -


Mensagem de Maria Santíssima

12º Aniversário da Revelação da Santa

Medalha da Paz (Relato-Marcos): Eu

esperava ver a Mãe de Deus feliz, mas,

Ela estava triste. Com grande bondade e

tristeza, disse-me:

“-Eu Sou a Senhora da Santa Medalha da

Paz!... Venho do Céu para chamar toda a

humanidade a entrar no refúgio do Meu

Coração Imaculado por meio desta Santa

Medalha, que nasceu da luz mística do

Meu Imaculado Coração. Hoje faz 12

anos que Eu desci do Céu cheia de poder

para revelar ao mundo esta Medalha dos

últimos tempos e do triunfo do Meu

Imaculado Coração. Ela é o escudo

poderoso que Eu dei para defender os

Meus filhos dos ataques do Meu inimigo.

Esta Medalha é um sinal dos últimos

tempos! Ela é particularmente o Meu

sinal grandioso, da Minha vitória certa e

definitiva sobre Satanás e todas as forças

do mal. Ela é o sinal do Meu conforto,

que ofereço a cada um dos Meus filhos,

que, nestes tempos, são tão golpeados por

satanás e tão atormentados pelas dores

da grande tribulação em que já vivem.

Por meio desta Medalha, derramo

bálsamo sobre as suas feridas; curo as

chagas causadas pelo pecado, pelo

demônio e pelo convívio com esse

mundo traiçoeiro; derramo paz e força

na alma dos fracos e abatidos. Essa

Medalha é o Meu grande sinal de

misericórdia para com os pecadores, e, é

a Minha rede materna com a qual posso

ainda salvá-los da condenação eterna. A

Santa Medalha da Paz é o grande

instrumento pelo qual vou preparar e

abrir toda a humanidade para a 2ª

descida histórica do Espírito Santo, que

virá para purificar a terra com o Seu

fogo avassalador, e colocar assim em

ordem e santa harmonia todas as coisas.

A Minha Medalha da Paz será um grande

escudo, remédio e luz nos tempos do

grande castigo, sobretudo, nos três dias

de trevas, e aqueles Meus filhos que a

tiverem sempre trazido com fé sentirão

e conhecerão as maravilhas do Meu

constante patrocínio e amor. Mas,

quanta tristeza ainda Eu sinto por ver a

falta de fé na revelação dessa Minha

Medalha! Quantos não crêem nela

porque não crêem nestas Minhas

Aparições aqui! Quantos não a usam e

não a respeitam! Quantos não rezam as

orações que foram dadas para rezar

segurando esta Santa Medalha! Quantos

a desprezam, zombam dela e blasfemam

contra Mim, representada nela! Por isso,

Eu lhes peço, Meus filhos, consolem o

Meu Coração; aliviem esta grande dor

que Eu sinto por ver esta prova do Meu

amor pelos homens sendo tão

desprezada pelos que Eu tanto

beneficiei. Consolem o Meu Coração

usando a Santa Medalha e divulgando-A

a todos que puderem. Parte do Meu

triunfo depende do conhecimento e uso

dessa Minha Medalha por parte dos

homens... Se fizerem isso, o Meu

Coração triunfará! A todos hoje abençôo

de La Salette, Garabandal e Jacareí, em

nome do Pai, do Filho e do Espírito

Santo.” 


(Relato-Marcos): Em seguida,

falou comigo, abençoou-me desapareceu.



ESCAPULARIO AZUL DA IMACULADA CONCEIÇAO

Escapulário Azul: O Escapulário Azul teve
sua origem com a aparição de Nossa Senhora
Imaculada Conceição acontecida em dois de
fevereiro de 1617 a Venerável Irmã Úrsula
Benincasa, fundadora das irmãs Teatinas na
cidade de Nápoles Itália. O Escapulário Azul é
dado por Nossa Senhora a Irmã Úrsula com o
breve pedido de difundi-lo entre todos os
fiéis que creem em sua proteção maternal e
prometendo a todos que usarem com devoção
os seguintes privilégios:
1- Estarão todos cobertos pelo seu manto
Sagrado;
2- Terão sua defesa contra todas as
armadilhas do inimigo que nos conduzem ao
pecado;
3- Indulgências plenárias e parciais, tanto na
vida quanto na morte;
4- Cura nas enfermidades;
5- Fortaleza de fé diante das dificuldades;
6- Uma boa morte assistido pelos sacramentos
da unção e reconciliação;
7- Sabedoria e a luz de Deus nos momentos
difíceis;
8- A defesa de Nossa Senhora no dia do
julgamento final;
9- Um escudo de graças contra todos os
perigos;
10- Sua eterna interseção junto a Jesus e muitas outras graças.Esta Aparição vem
preparar o mundo inteiro para a promulgação
do dogma da Imaculada Conceição de Maria
pela igreja em oito de Dezembro de 1854
Ao fiel que usa o Escapulário Azul
devidamente imposto, lucram as mesmas
indulgências plenárias que são concedidas nas
visitas as sete Basílicas de Roma, a Igreja da
Porciúncula de Assis, a Igreja de Santiago de
Compostela e a Terra Santa, quotidianamente, a
cada vez que rezarem 6 (seis) Pai-Nossos, 6
(seis) Ave-Marias e 6 (seis) Glórias ao Pai, em
honra da Santíssima Trindade e da Bem-
Aventurada Virgem Maria concebida sem pecado,
orando ao mesmo tempo pela exaltação da
Santa Igreja Romana e pela extirpação das
heresias.
Indulgência plenária:
– No dia da imposição do escapulário;
– Na hora da morte;
– Todo primeiro domingo do mês;
– Todo sábado da Quaresma;
- Na domingo e na sexta-feira da semana que
antecede a Semana Santa;
- Na Quarta, Quinta e Sexta-Feira da Semana
Santa;
– Em um dos dias das Quarenta Horas;
– No primeiro domingo de Julho;
- No primeiro e último domingo da novena de
Natal;
- Nas festas do Natal, Páscoa, Ascensão,
Pentecostes, Invenção e Exaltação da Santa
Cruz;
- Nas festas da Imaculada Conceição, da
Purificação, da Anunciação, da Assunção e da
Natividade de Nossa Senhora;
– No dia 2 de agosto, festa da Porciúncula;
- Nas festas de São Miguel, Anjos da Guarda,
São José, São João Batista, São Pedro e São
Paulo, Santo Agostinho, Santa Teresa de Ávila e
Todos os Santos.
- Uma vez durante qualquer retiro de ao menos
3 dias;
- Uma vez num dia qualquer do ano, à escolha
da pessoa;
- Nas festas principais dos teatinos, a saber: 24
de março, 12 de abril, 17 de julho, 7 de agosto,
10 de novembro e 13 de dezembro.
- No dia da primeira Santa Missa, se o que usa o
escapulário é sacerdote;
- Duas vezes no mês, em dia à escolha da
pessoa;
- Pode-se, além disto, ganhar as mesmas
indulgências das Estações de Roma, nos dias
designados pelo missal, visitando-se nesses
dias uma igreja dos teatinos ou, se não for
possível, a própria paróquia. Os dias assim
designados pelo missal são: Os domingos do
Advento; os dias 26, 27 e 28 de dezembro; as
festas da Circuncisão do Senhor e da Epifania;
os domingos da Septuagésima, Sexagésima e
Quinqüagésima; a quarta-feira de Cinzas e
todos os dias que lhe seguem, até ao domingo
de Pascoela inclusive; a festa de São Marcos
(25 de abril) e os três dias das rogações; a festa
da Ascenção; a vigília de Pentecostes e todos os
dias da semana que lhe segue; os três dias das
4 Têmporas).
Indulgência Parcial ao fiel que usa o Escapulário
Azul devidamente imposto, concede-se lucrar
(bastando estar em estado de graça e ter a
intenção geral de ganhar todas as indulgências
que puder):
- 60 anos de indulgência pela prática da
meditação diária por ao menos meia hora, a
cada vez.
- 20 anos a cada dia das oitavas das festas de
Nosso Senhor e outras festas de diversas Ordens
Religiosas;
- 20 anos ao visitar os enfermos, ou, havendo
impedimento para tanto, ao rezar 5 Pai-nossos e
5 Ave-Marias pelos enfermos;
- 7 anos e 7 quarentenas em todas as festas de
Nossa Senhora não mencionadas acima;
- 7 anos e 7 quarentenas cada vez que se
confessarem e comungarem;
- 5 anos e 5 quarentenas cada vez que visitarem
uma igreja dos teatinos ou a pópia igreja,
rezando aí 5 Pai-nossos, 5 Ave-Marias e 5
Glórias-ao-Pai em honra da Santíssima Trindade
e da Bem-Aventurada Virgem Maria concebida
sem pecado, orando ao mesmo tempo pela
exaltação da Santa Igreja Romana e pela
extirpação das heresias;
- 300 dias em cada dia da oitava de
Pentecostes;
– 200 dias a cada vez que ouvir uma pregação;
- 60 dias a cada vez que se fizer qualquer ato de
piedade;
- 50 dias a cada vez que se invocar devotamente
os Nomes de Jesus e Maria;
- 50 dias a cda vez que rezar um Pai-nosso e
Ave-Maria pelos fiéis vivos e defuntos.
Para lucrar estas indulgências tem que estar
em estado de graça se não estiver, pode ser
recuperado por um ato de contrição unido ao
propósito de confessar-se o pecado grave mais
rapido possível). Todas estas são aplicáveis as
almas dos fiéis defuntos. Este extraordinário
privilégio foi reconhecido e confirmado pela
Santa Sé em decreto de 31 de março de 1856,
confirmado pelo papa Pio IX em 14 de abril do
mesmo ano.(Essas quantidades de tempo
mencionadas significam que o fiel recebe, do
Tesouro Espiritual da Igreja, uma remissão das
penas temporais de seus pecados já perdoados.

Alguns Santos de Nossa Igreja usaram e
propagaram esse Sacramental, onde
destacamos três:- Santo Afonso Maria de
Ligório – Santo intercessor da Associação
Católica Pio XII, foi sem dúvida o maior
promotor dessa Devoção Mariana, ele usava e
ensinava aos seus discípulos como gozar das
promessas de Nossa Senhora. Inclusive para
quem já leste a obra Glórias de Maria, pode
observar que ele escreve uma pequena
reflexão sobre o Escapulário Azul nessa
célebre obra.- São Domingos Sávio - usava
constantemente o Escapulário Azul, fundando
em 08/06/1856 uma irmandade da Imaculada
Conceição difundindo assim esta devoção ao
Escapulário Azul.- São Pio X Papa - o usava
com muita devoção sobre o peito, sinal
constante de seu amor a Maria.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

IMAGEM DE SANTA CATARINA DE ALEXANDRIA

ADQUIRA A IMAGEM DE SANTA CATARINA DE ALEXANDRIA FEITA DE RESINA COM 40 CM.

PREÇO: R$ 180,00.

LIGUE E PEÇA A SUA! ADQUIRINDO UMA VOCE ESTARA NOS AJUDANDO A FAZER O SANTUARIO DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ E A DIVULGAR SUAS MENSAGENS PARA O MUNDO INTEIRO!

TEL: (0XX12)99701-2427

EMAIL: mensageiradapazjacarei@gmail.com

OBRIGADO POR SUA AJUDA EM NOSSA MISSAO DE SALVAR ALMAS PARA DEUS E NOSSA SENHORA!

terça-feira, 19 de agosto de 2014

IMAGEM DE SANTO ANTONIO GALVAO

ADQUIRA A IMAGEM DE SANTO ANTONIO DE SANTANA GALVAO DE 40 CM EM RESINA JA ABENÇOADA POR NOSSA SENHORA NAS APARIÇOES DE JACAREI.

PREÇO: R$ 180,00

TEL: (0XX12) 99701-2427

OU PODE PEDIR PELO EMAIL

mensageiradapazjacarei@gmail.com

LIGUE E PEÇA A SUA! ADQUIRINDO UMA VOCE ESTARA NOS AJUDANDO A FAZER O SANTUARIO DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ E A DIVULGAR SUAS MENSAGENS PARA O MUNDO INTEIRO!


TEL: (0XX12)99701-2427


OBRIGADO POR SUA AJUDA EM NOSSA MISSAO DE SALVAR ALMAS PARA DEUS E NOSSA SENHORA!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

IMAGEM DA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ

ADQUIRA A LINDA IMAGEM DA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ DE JACAREI DE 60 CM EXATAMENTE COMO ESTA NA FOTO ABAIXO.

`ONDE QUER QUE CHEGUEM ESTAS IMAGENS MINHAS EU ESTAREI VIVA DERRAMANDO AS MAIS COPIOSAS BENÇAOS DE DEUS SOBRE AS PESSOAS E SOBRE AS FAMILIAS.` (PALAVRAS DA MAE DE DEUS)

LIGUE E PEÇA A SUA:

(0XX12) 99701-2427

PREÇO: R$ 200,00

LIGUE E PEÇA A SUA! ADQUIRINDO UMA VOCE ESTARA NOS AJUDANDO A FAZER O SANTUARIO DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ E A DIVULGAR SUAS MENSAGENS PARA O MUNDO INTEIRO!


TEL: (0XX12)99701-2427


EMAIL: mensageiradapazjacarei@gmail.com


OBRIGADO POR SUA AJUDA EM NOSSA MISSAO DE SALVAR ALMAS PARA DEUS E NOSSA SENHORA!

O ESCAPULARIO VERDE

O Escapulário Verde, chamado por Nossa
Senhora, "O emblema do Imaculado Coração de
Maria," foi dado ao mundo pela Virgem Maria
através de uma série de Aparições à Irmã Justine
Bisqueyburo, Filha da Caridade, no ano de 1840
em Paris, França. Na festa da Natividade de
Maria Santíssima, 08 de setembro de 1840, a
Mãe de Deus apareceu segurando em Sua mão
direita o Seu Coração Imaculado, rodeado de
chamas e segurando na outra mão um
Escapulário.
O Escapulário consiste em um simples pedaço de
pano verde, de forma retangular, pendurado em
uma corda verde. De um lado está uma imagem
de Nossa Senhora vestida com um longo vestido
branco que chega até Seus pés descalços. Ela
usa um manto azul.
No entanto, Nossa Senhora na Imagem do
Escapulário não usava véu. Em vez disso, os
cabelos caíam folgadamente sobre seus ombros ,
e em suas mãos Ela segurava o Seu Coração
Inflamado do qual jorrava sangue abundante.
Seu porte era reforçado por uma majestosa
beleza Celestial. Do outro lado do Escapulário foi
retratado Seu Imaculado Coração, todo em
chamas e transparente como cristal, com raios
derramando que apareceu mais deslumbrante do
que o sol. Este Coração traspassado com uma
espada, foi cercado por uma inscrição em forma
oval e encimado por uma cruz de ouro. A
inscrição dizia:
"Coração Imaculado de Maria, rogai por nós ,
agora e na hora de nossa morte"
Ao mesmo tempo, uma voz interior revelou à Irmã
Justine que Deus quis estabelecer entre os
homens, o mais terno e confiante amor e
apreciação pela Sua Amada Mãe, por meio da
devoção a Ela através do título de Seu Coração
Imaculado . Quando invocada sob este título e,
através desta imagem, Nossa Senhora obteria
grandes favores de Seu Divino Filho,
especialmente nas áreas de saúde física, a paz de
espírito e conversão espiritual. Ela, que é o
Refúgio dos pecadores, obtém através do uso do
Escapulário Verde, a conversão daqueles que se
afastaram da verdadeira fé, e daqueles pobres
pecadores que não tem fé. Maria Santíssima
queria cópias do Escapulário feitas o mais
rapidamente possível e distribuídos com grande
confiança.
Infelizmente, houve muitos atrasos. Muitos foram
causados pelo ceticismo normal dos superiores e
autoridades da Igreja.
A irmã sofreu muito durante este
tempo. Finalmente, depois de um discernimento
investigação minuciosa e cuidadosa, o Bispo local
aprovou as Aparições e estava pronto para
permitir a propagação deste novo sacramental.
Nossa Senhora, no entanto, nunca havia sido
clara sobre alguns aspectos desta nova
devoção. Questões precisavam ser
respondidas. Que circunstâncias são necessárias
para fazer uso do Escapulário? Havia uma bênção
especial para ele? Deveria haver uma cerimônia
para inscrever as pessoas no seu uso? Havia uma
obrigação para aqueles que usassem? Era o
escapulário para uso somente por determinados
grupos de pessoas ou em determinadas
situações?
Para resolver estas dificuldades, foi decidido que
a Irmã Justine iria pedir a Nossa Senhora qual
era a Sagrada Vontade de Deus sobre estes
assuntos. Maria Santíssima respondeu durante
uma Aparição em 08 de setembro de 1846 -
exatamente seis anos após seu pedido inicial para
a confecção do Escapulário Verde -
Nossa Senhora respondeu: "...Este Escapulário
não é como os outros (que não é a roupa do
hábito de uma confraria), mas apenas duas
imagens sagradas em um único pedaço de
material.Portanto, nenhuma fórmula especial é
necessário para abençoá-lo ou inscrever-se em
confrarias. Basta que ele seja abençoado e usado
por aquele a quem desejamos beneficiar por
intercessão de Nossa Senhora. Se, por outro lado,
a pessoa é incapaz ou mesmo não disposto a
usá-lo ou carregá-lo, pode até ser colocado, sem
o conhecimento da pessoa, em suas roupas,
quarto, ou posses... Há apenas uma oração que
precisa ser dito, pelo menos uma vez por dia ".
Imaculado Coração de Maria, rogai por nós agora
e na hora de nossa morte" Se a pessoa que é o
beneficiário do uso do Escapulário não dizê-lo,
então alguém pode dizer que em seu lugar. O
Escapulário Verde pode ser usado em qualquer
lugar, por qualquer um. As maiores graças são
anexadas ao seu uso, mas essas graças são mais
ou menos grande em proporção ao grau de
oração, amor e confiança da pessoa. "Este foi o
significado dos diferentes tipos de raios que caiu
das Mãos da Mãe de Deus na última Aparição.


PEÇA O SEU ESCAPULARIO VERDE PELO TELEFONE:

(0XX12) 99701-2427

OU PELO EMAIL:


mensageiradapazjacarei@gmail.com

domingo, 17 de agosto de 2014

VIDA DE SANTA CATARINA DE ALEXANDRIA

Santa Catarina de Alexandria
Santa Catarina, filho do rei Costus e da rainha Sabinela, nasceu em Alexandria, no Egito, no fim do século III. Distinguia-se por sua inteligência e por sua beleza. Era pagã comoseus pais. Dois sábios de Alexandria foram os seus mestres e, tão rápidos foram seus progressos, que aos treze anos era mestra nas sete artes livres: eloqüência, poesia, música, arquitetura, escultura, plástica e coreografia.

Quando seu pai, rei Costus, faleceu, Catarina retirou-se com sua mãe Sabinela para as montanhas da Cilícia. Sabinela encontrou-se com um eremita cristão chamado Ananias que a instruiu na fé cristã. Sabinela aderiu à Jesus Cristo e recebeu o Batismo. Como verdadeira cristã, desejou que também a sua filha Catarina conhecesse o Cristianismo e se tornasse discípula de Jesus Cristo. Catarina, porém, resistia às insistências da mãe. Um sonho significativo que tiveram mãe e filha foi o meio empregado por Deus para chamar Catarina à verdadeira fé. Desejosa de conseguir aquilo que o sonho lhe prometera, instruiu-se nas verdades da religião cristã. Suficientemente preparada, Catarina recebeu o batismo.

Catarina – Serva e Apóstola de Jesus Cristo

Príncipes de diversas regiões que ouviam falar da sabedoria e da beleza de Catarina, desejavam casar-se com ela. Catarina, porém, foi radical em sua decisão de renunciar ao casamento e a todas as honras e riquezas da terra, para servir exclusivamente a Jesus Cristo. Era ousada em combater os deuses pagãos e em falar ao povo do Deus verdadeiro. Com apenas dezoito anos, em discussão pública, confundiu os maiores filósofos da cidade em que morava.

Catarina – defensora dos cristãos

No ano de 307, o imperador Maxêncio decretou uma perseguição aos cristãos de Alexandria. Para conseguir o seu objetivo promoveu uma festa no templo dos deuses e convocou todo o povo para oferecer incenso aos ídolos. Por medo da morte, os cristãos, viam-se constrangidos a oferecer incenso a estes deuses em quem não acreditavam. Ciente destes acontecimentos, Catarina que temia unicamente a Deus, enfrentou o imperador Maxêncio. Ele procurou confrontar as afirmações de Catarina e lhe provar que o Cristianismo era um absurdo. A jovem corajosa ficou inabalável em sua fé.

Catarina – vencedora de uma disputa com sábios

Ante a firmeza de Catarina, o imperador convocou os sábios do Império para uma disputa com a jovem Catarina. No dia combinado os sábios compareceram ao palácio real. Catarina também se apresentou. Maxêncio no seu trono e grande número de alexandrinos assistiam à disputa. Os sábios expuseram a sua doutrina em defesa da autoridade dos deuses. O auditório aplaudiu. Catarina falou da Divindade eterna, Criador do céu e da terra, e da humanidade do Verbo. Sua firmeza e a clarividência de tudo o que afirmava, abalou as convicções dos sábios e todos passaram a acreditar em Deus. Muitas pessoas presentes ao debate, também se converteram ao cristianismo. Maxêncio, enfurecido com os sábios que reconheceram a falsidade dos deuses, mandou que todos eles fossem queimados vivos em praça pública.

Catarina, encarcerada

Por ordem de Maxêncio, Catarina foi encarcerada. No dia seguinte, o imperador mandou chamá-la à sua presença. Apaixonado por sua beleza procurou conquistá-la por meio de adulações e propostas. Prometeu até dedicar-lhe um templo. Destemida, Catarina permaneceu firme em sua fé. Decepcionado, Maxêncio ordenou que a flagelassem e a deixassem no cárcere sem comer e sem beber.

Conversão da Imperatriz e do General Porfírio

Num sonho, a imperatriz viu Catarina no cárcere, rodeada de luz e assistida por pessoas vestidas de branco. Pediu então ao General Porfírio que a levasse ao cárcere. O General que já havia perdido a fé nos deuses dos pagãos e se inclinava a aderir ao Cristianismo, atendeu prontamente o pedido da imperatriz. Chegaram ao cárcere durante a noite e a viram iluminada por grande claridade. Foi para ambos a hora da graça de Deus. Conversaram longamente com Catarina. A adesão a Cristo, esclarecida e corajosa, foi o fruto deste encontro. Catarina animou-os a se prepararem para as consequências de sua decisão, inclusive para o martírio. Pofírio comandava a primeira corte dos guardas imperiais: 500 homens. Confirmado na fé, anunciou aos seus soldados a Boa Nova de Jesus. Muitos se converteram.

Rodas despedaçadas

Catarina passou doze dias na prisão. Foi então convocada a comparecer ao tribunal. O imperador ficou surpreso ao vê-la mais bela do que antes, apesar do jejum e da flagelação. Ordenou que os guardas fossem castigados se não revelassem quem a havia socorrido na prisão. Para defender a vida dos guardas, Catarina declarou: “se estou com boa aparência, é porque Aquele que eu confessei diante de ti dignou-se alimentar a mim com pão celestial”. Mais irritado ainda, Maxêncio acusou-a de feiticeira e ordenou que fosse torturada e assassinada. A caminho do suplício, Catarina converteu a muitos que insistiam com ela para que atendesse aos desejos do imperador.

Foi então que um alto funcionário da corte teve uma idéia diabólica. Ele foi ter com o imperador e propôs que Catarina fosse condenada ao suplício da máquina com facas e pontas de ferro em quatro grandes rodas que, ao se movimentarem em sentidos diversos umas das outras, despedaçariam o corpo colocado no meio delas. A máquina foi colocada na praça pública e Catarina foi trazida para o local. Enquanto preparavam o suplício, Catarina permaneceu tranquila, em oração. Ao terminar a oração, eis que um Anjo desceu do céu num turbilhão e quebrou a máquina com tal ímpeto que os pedaços se projetaram sobre os algozes. Algumas pessoas morreram atingidas pelos pedaços das rodas, e outras, pelo raio. Por esse motivo a Roda Quebrada passou a ser o símbolo de Santa Catarina de Alexandria. Após este acontecimento Catarina retornou à prisão.

Martírio da imperatriz e do General Porfírio

A imperatriz foi ter com seu marido e lhe disse: “por que lutas contra o Senhor meu Deus? É uma loucura te ergueres contra o Criador! Pensas que terás êxito? Reconhece, ao menos agora, nas rodas quebradas, o poder do Deus dos cristãos”. Irritado por ver que sua esposa professava a fé em Jesus Cristo, ordenou aos carrascos que a levassem ao lugar do suplício para ser martirizada. Na manhã seguinte, o imperador ficou sabendo que o General Porfírio e seus soldados haviam embalsamado e sepultado o corpo da imperatriz. Encolerizado, ordenou que Porfírio e seus soldados fossem decapitados e que seus corpos fossem devorados pelos cães.

Catarina, mártir gloriosa

Alguns dias depois, o imperador Maxêncio pediu que lhe trouxessem Catarina e lhe disse: embora sejas mais culpada do que todos aqueles que, seduzidos por teus feitiços, incorreram, por tua causa, à sentença de morte, todavia, se te arrependeres e ofereceres incenso aos nossos deuses onipotentes, poderás reinar feliz conosco e ser nomeada a primeira dama em nosso império. Catarina desprezou as promessas do imperador e lhe declarou ser fiel a Jesus Cristo. Maxêncio então ordenou que fizessem Catarina sair de sua presença e que fosse imediatamente decapitada.

Quando Catarina se dirigia ao lugar do martírio, viu a multidão que a seguia e que muitos choravam. Disse-lhes: “se alguma piedade natural vos comove a meu respeito, peço-vos: alegrai-vos comigo, pois vejo Nosso Senhor Jesus Cristo que me chama. Ele é a soberana recompensa dos Santos, a beleza e a coroa das Virgens”. Pediu ao carrasco que lhe desse tempo para orar. Após a oração Catarina estendeu o pescoço e disse ao algoz: eis que Nosso Senhor Jesus Cristo me chama! Faze o que tens a fazer! Então o algoz, de um só golpe, decepou-lhe a cabeça.

Veneração a Santa Catarina

Segundo a tradição, religiosos que moravam no Sinai sepultaram o corpo de Catarina no mais alto pico do Monte Sinai. Este pico passou a ter o nome de “Monte Katharin”. No século VI, o imperador Justiniano ordenou a construção da Igreja e do Mosteiro de Santa Catarina, no Monte Sinai. A veneração a Santa Catarina teve novo impulso quando o seu corpo foi descoberto no Monte Katharin, no século VIII. Os monges o colocaram em caixa de ouro. Atualmente estas relíquias se encontram num sarcófago de mármore, na Igreja do Mosteiro de Santa Catarina. Numerosas Igrejas e Capelas são colocadas sob sua proteção.

Santa Catarina é venerada como Padroeira da Congregação das Irmãs de Santa Catarina. Também é Padroeira dos jovens, das universidades, da corporação dos moleiros e dos fabricantes de carros. Sua festa é celebrada no dia 25 de novembro.

Oração a Santa Catarina

Gloriosa Santa Catarina, modelo de virtude, por aquela fé que vos animava desde a mais tenra idade e que vos fez tão agradável aos olhos de Deus, que mereceste não só a coroa do martírio, mas que também confundistes os sábios deste mundo e os convertestes a Cristo, alcançai-nos a graça de conservarmos em nossos corações a fé, em toda a sua pureza e de nos confessarmos cristãos não somente por palavras, mas também por obras, para que Jesus, de quem damos testemunho diante dos homens, nos confesse e glorifique diante do Pai.

Ó Santa Catarina, Virgem forte na fé, por aquela constância com que conservastes vossa consagração a Cristo, no meio do mundo corrompido, alcançai-nos de Deus o espírito de fortaleza para vencermos todas as tentações e nos conservarmos puros de coração.

Ó Virgem ardente no amor, por aquela força que abrasava o vosso coração na fidelidade ao amor de Deus e à missão para a qual Deus vos chamou e que vos fez suportar tantos sofrimentos e torturas, alcançai-nos de Deus a graça que purifica o nosso amor, para que possamos um dia participar da mesma glória que merecestes pelo vosso martírio. Amém.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

LIVROS DA VIDA DE NOSSA SENHORA

ADQUIRA OS LIVROS DA VIDA DE NOSSA SENHORA CHAMADOS DE MISTICA CIDADE DE DEUS.

NOSSA SENHORA REVELOU TODA A SUA VIDA DESDE A SUA IMACULADA CONCEIÇAO NO SEIO DE SANTA ANA ATE A SUA ASSUNÇAO AO CEU A MADRE MARIA DE AGREDA NA ESPANHA.

SAO 4 LIVROS CONTENDO CADA UM UMA PARTE DA VIDA DE NOSSA SENHORA.

PREÇO DE CADA LIVRO: R$ 50,00 + FRETE.

Tel: (0xx12)99701-2427

OU PEÇA PELO EMAIL:

mensageiradapazjacarei@gmail.com

IMAGEM DO CORAÇAO DE SAO JOSE

ADQUIRA A LINDA IMAGEM DO CORAÇAO DE SAO JOSE DE 60 CM EXATAMENTE COMO APARECEU AO VIDENTE MARCOS TADEU EM JACAREI.

PROMESSAS DE SAO JOSE PARA AQUELES QUE COLOCAREM A IMAGEM DO SEU CORAÇAO EM SUAS CASAS:


1) PROTEGEREI SEUS LARES DE TODOS OS PERIGOS E MALES.

2) COLOCAREI POUCO A POUCO A PAZ EN SUAS FAMILIAS

3) LIVRAREI SUAS FAMILIAS DO DIVORCIO, LIVRAREI OS FILHOS DOS MAUS CAMINHOS E COBRIREI A TODOS COM O MEU MANTO.

LIGUE E PEÇA A SUA! ADQUIRINDO UMA VOCE ESTARA NOS AJUDANDO A FAZER O SANTUARIO DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ E A DIVULGAR SUAS MENSAGENS PARA O MUNDO INTEIRO!


TEL: (0XX12)99701-2427


EMAIL: mensageiradapazjacarei@gmail.com


OBRIGADO POR SUA AJUDA EM NOSSA MISSAO DE SALVAR ALMAS PARA DEUS E NOSSA SENHORA!


PREÇO: R$ 200,00.

TEL: (0XX12) 99701-2427

PODE LIGAR A COBRAR PARA PEDIR MATERIAIS DO SANTUARIO.

OU PEÇA PELO EMAIL:

mensageiradapazjacarei@gmail.com

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

MATERIAIS DE DIVULGAÇAO DO SANTUARIO DAS APARIÇOES DE JACAREI

MATERIAIS DE DIVULGAÇÃO DO
SANTUÁRIO

MATERIAIS DE DIVULGAÇÃO DO SANTUÁRIO

Fone (0xx12) 99701-2427

OU ATRAVÉS DO E-MAIL: mensageiradapazjacarei@gmail.com

FILMES- DVD'S (R$ 20,00 CADA)
COLEÇÃO “SEDE SANTOS”

SEDE SANTOS 1 -Vida de Santa Rita de Cássia

SEDE SANTOS 2 - Vida de Santa Verônica
Giuliani

SEDE SANTOS 3 - Vida de Santa Águeda ou
Ágata de Catania

SEDE SANTOS 4 - Vida de Santa Gemma Galgani

SEDE SANTOS 5- Vida de São João Maria
Vianney - O Cura D'Ars

SEDE SANTOS 6- Vida de Santa Luzia de
Siracusa

SEDE SANTOS 7- Vida de São João Bosco


SEDE SANTOS 8 VIDA DE DAO GERALDO MAJELA

COLEÇÃO “VOZES DO CÉU”

VOZES DO CÉU 1 - Aparições de Porzus Itália
(1855) e Aparições de Jesus Misericordioso à
Santa Faustina Kowalska na Polônia (década de
20 e 30)

VOZES DO CÉU 2- Aparições do Sagrado
Coração de Jesus à Santa Margarida Maria
Alacoque na França

VOZES DO CÉU 3- As Aparições de Jacareí –
Parte 1

VOZES DO CÉU 4- As Aparições de Jacareí –
Parte 2

VOZES DO CÉU 5- Aparições de Nossa Senhora
na Bélgica, nas cidades de Beauring (1932) e
Banneux ( 1933)

VOZES DO CEU 6- Aparições de Nossa Senhora
à Santa Catarina Labouré em Paris, França,
1930. A Revelação da Medalha Milagrosa.

VOZES DO CÉU 7- Aparição de Nossa Senhora
em Pontmain na França em 1871

VOZES DO CÉU 8- Aparição de Nossa Senhora
Rosa Mística em Montchiari na Itália em 1947, a
Vidente Pierina Gilli.

VOZES DO CÉU 9- Relata 3 Aparições: (1) No
Monte Bérico – Vincenza – Itália (1426-1428)
(2) Gênova Itália (1490) (3) -Knock- Irlanda
(1879)- Aparição de Nossa Senhora, São José e
São João Evangelista

VOZES DO CÉU 10- Loreto- A Casa da Sagrada
Família

VOZES DO CÉU 11- Aparições de Medjugorje-
Parte 1

VOZES DO CÉU 12- Aparições de Medjugorje-
Parte 2

VOZES DO CÉU 13- Aparições de Medjugorje-
Parte 3

VOZES DO CÉU 14- Aparições de Medjugorje-
Parte 4

VOZES DO CÉU 15- Aparições de Medjugorje-
Parte 5

VOZES DO CÉU 16- Aparições de Nossa Senhora
do Bem Sucesso em Quito (Equador) à Madre
Mariana de Jesus Torres "Lançamento"

VOZES DO CÉU 17- Continuação do 16- Está em
produção!

VOZES DO CÉU 18- Aparições de Pellevoisin à
Vidente Estelle Faguette e Cotignac (França)

VOZES DO CÉU 19- Aparições de Nossa Senhora
em CasaNova Staffora- 1947 à Vidente Angela
Volpini

VOZES DO CÉU 20- Aparições de Nossa
Senhora em Ghiaie di Bonate (Itália) à Vidente
Adelaide Roncalli

OUTRAS COLEÇÕES

As Aparições de Lourdes- Parte 1
As Aparições de Lourdes- Parte 2
As Aparições de Lourdes- Parte 3
As Aparições de Lourdes- Parte 4

Lacrimações de Jesus e Maria- Parte 1
Lacrimações de Jesus e Maria- Parte 2
Lacrimações de Jesus e Maria- Parte 3

As Aparições de La Salete- Segredos-
Mensagens - Profecia

As Aparições de Fátima – Parte 1- Revelações
dos Segredos

As Aparições de Fátima – Parte 2- Revelações
dos Segredos

CDS DE ORAÇÃO (R$ 10,00 CADA)
SACRATÍSSIMO ROSÁRIO MEDITADO – Rezar
todos os dias – do cd 1 ao 312

SANTA HORA DA PAZ- Rezar todos os dias às
20 h- do cd 1 ao 88

SANTA HORA DO ESPÍRITO SANTO- Rezar
Segunda-feira às 21 h- VOLUMES 1 ao 20

SANTA HORA DOS ANJOS- Rezar Terça-feira às
21 h- VOLUMES 1 ao 22

SANTA HORA DOS SANTOS DE DEUS – Rezar
Quarta-feira às 21 h- VOLUMES 1 ao 46

SANTA HORA DO SAGRADO CORAÇÃO DE
JESUS- Rezar Sexta-feira às 21 h- VOLUMES 1
ao 40

SANTA HORA DAS LÁGRIMAS DA MÃE DE DEUS

- Rezar sábado às 19 h- VOLUMES 1 ao 5

SANTA HORA DE SÃO JOSÉ - Rezar todos os
Domingo às 21 h- VOLUMES 1 ao 50

TERÇO DA EUCARISTIA MEDITADO- Rezar
quinta-feira às 19 h- VOLUMES 1 ao 3

TERÇO DA MISERICÓRDIA MEDITADO -
VOLUMES 1 ao 29

TERÇO DAS LÁGRIMAS DE SANGUE MEDITADO-
VOLUMES 1 ao 15

TERÇO DAS DORES DE NOSSA SENHORA
MEDITADO - VOLUME 1 ao 8

TERÇO DOLOROSO - VOLUME 1

TERÇOS DIVERSOS - VOLUMES 1 ao 7

TREZENA DA ROSA MISTICA- Composta por 7 cds- Rezar do dia
1º ao dia 13 de cada mês
(Os Cds não podem ser vendidos separados)-
VOLUMES 1 ao 9

SETENA DA RAINHA E MENDAGEIRA DA PAZ- Composta por 4 cds- Rezar do dia 1º
ao dia 7 de cada mês
(Os Cds não podem ser vendidos separados)-
VOLUMES 1 ao 4

MIL AVE-MARIAS- Composta por 4 cds
(Os Cds não podem ser vendidos separados)-
VOLUMES 1 e 2

VIA SACRA DAS SANTAS CHAGAS DE NOSSO
SENHOR- VOLUME 1

COMBATENDO COM SÃO MIGUEL- VOLUME 1

COMBATENDO COM SÃO RAFAEL- VOLUME 1

COMBATENDO COM SÃO GABRIEL- VOLUME 1

TERÇO DE SÃO MIGUEL E EXORCISMO- VOLUME
1

CDS DE HISTÓRIAS, MENSAGENS E
MEDITAÇÕES (R$ 10,00 CADA)

Aparições de Nossa Senhora em San Damiano,
Itália- Volume 1

Aparições de Nossa Senhora em San Damiano,
Itália- Volume 2

Aparições de Nossa Senhora em San Damiano,
Itália- Volume 3

Aparições de Nossa Senhora em San Damiano,
Itália- Volume 4

Aparições de Nossa Senhora em Onuva, Espanha
– Volume 1

Obra do Amor Divino e seu Fundador Pe Alberto
Gomes- Volume 1

Aparições de Nossa Senhora em Heede,
Alemanha (1937-1940)
Aparições de Nossa Senhora em El Escorial,
Espanha- Volume 1

Aparições de Nossa Senhora em El Escorial,
Espanha- Volume 2

Aparições de Nossa Senhora em El Escorial,
Espanha- Volume 3

As Aparições de Duzulé à Vidente Madalene
Aumont- Volume 1

Aparições de Nossa Senhora em Campinas-
Volume 1

Aparições de Nossa Senhora em Campinas-
Volume 2

Aparições de Nossa Senhora em Campinas-
Volume 3

Aparições de Nossa Senhora em Campinas-
Volume 4

Aparições de Nossa Senhora em Campinas-
Volume 5

Aparições de Nossa Senhora em Campinas-
Volume 6

Sagrada Face de Jesus- As Aparições à Pierina
de Micheli – Milão- Volume 1

Aparições na Hungria- Rainha Vitoriosa do
Mundo à Irmã Natália- Volume 1

Aparições de Jesus à Soror Apoline Andreveau-
Revelação do Escapulário Vermelho da Paixão-
Volume 1

Aparições de Jesus à Soror Apoline Andreveau-
Revelação do Escapulário Vermelho da Paixão-
Volume 2

Aparições de Nossa Senhora à Irmã Justina
Bisqueyburu- Revelação do Escapulário Verde
Aparições de Nossa Senhora em Oliveto Citra-
Itália- Volume 1

Aparições na Hungria- A Chama de Amor do
Coração de Maria- Volume 1

Aparições de Garabandal- Espanha- Volume 1

Aparições de Amsterdã – Holanda- Nossa
Senhora de Todos os Povos
Aparições de Jesus à Josefa Menendez- Apelo
Amor - Volume 1

Aparições de Jesus à Consolata Betrone- Terço
do Amor - Volume 1

Aparições de Jesus à Irmã Marta Chambom –
Santas Chagas - Volume 1

Aparições de Jesus à Irmã Marta Chambom –
Santas Chagas - Volume 2

Revelações de Jesus à Santa Brígida da Suécia
Volume 1

Revelações de Jesus à Santa Brígida da Suécia
Volume 2

As Aparições de Pellevoisin- França-1876-a
Estela Faguete- Volume 1

Livro Mistica Cidade de Deus- Soror Maria de
Ágreda- Volume 1

Livro Mistica Cidade de Deus- Soror Maria de
Ágreda- Volume 2

Livro Mistica Cidade de Deus- Soror Maria de
Ágreda- Volume 3

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima
Virgem São Luiz Maria Grignion de Montfor-
VOLUME 1

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima
Virgem São Luiz Maria Grignion de Montfor-
VOLUME 2

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima
Virgem São Luiz Maria Grignion de Montfor-
VOLUME 3

O Segredo do Rosário- VOLUME 1

O Segredo do Rosário- VOLUME 2

Vida dos Santos – Volume 1- Vida de Santa
Clotilde, Santa Patrícia, São Brás, Santa
Anastácia e São Patrício da Irlanda
Vida dos Santos –

Volume 2- Vida de São Vital/
Vidal e São Domingos de Gusmão
Vida dos Santos –

Volume 3 - Vida de Santa
Luíza de Marilac, São Clemente Maria Hofbauer,
Santo Abraão de Edessa e sua sobrinha Santa
Maria Penitente e São Torello de Poppi

Meditações dos Santos- VOLUME 1- São João
Bosco- Os Novíssimos do Homem
Meditações dos Santos-

VOLUME 2 - Santo
Afonso Maria de Ligório- A fuga das ocasiões de
pecado
Meditações dos Santos-

VOLUME 3- Santo
Afonso Maria de Ligório- Os Novíssimos do
homem
Meditações dos Santos-

VOLUME 4- São
Francisco de Sales- Os Novíssimos do homem
Meditações dos Santos-

VOLUME 5- São
Francisco de Sales- Natureza da Devoção e do
Verdadeiro Amor a Deus
Meditações dos Santos-

VOLUME 6- Santo
Afonso Maria de Ligório- A necessidade de
oração

Jornal Gravado- Mensagens de Jacareí-SP-
diversos volumes

MEDALHAS E ESCAPULÁRIOS
MEDALHA DA PAZ
Medida 4,5 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)

MEDALHA DE SÃO JOSÉ
Medida 4,5 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)

MEDALHA DAS LÁGRIMAS
Medida 4,5 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)

MEDALHA DA ROSA MÍSTICA
Medida 4,5 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)

MEDALHA DAS GRAÇAS
Medida 4,5 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)

MEDALHA DA SAGRADA FACE DE JESUS
Medida 4,5 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)

ESCAPULÁRIO VERMELHO DA PAIXÃO
Medida 4,5 cm x 3,5 cm (R$ 5,00 cada)-

ESCAPULÁRIO VERDE
ESCAPULÁRIO CINZA DA PAZ
Medida 4 cm x 3 cm (R$ 5,00 cada)-

ESCAPULÁRIO AZUL DA IMACULADA CONCEIÇÃO
Medida 1,5 cm x 2 cm (R$ 2,00 cada) -

LIVROS
MISTICA CIDADE DEUS (A vida de Nossa
Senhora revelada por Ela mesma à Venerável
Soror Maria de Ágreda)

TOMO 1 (R$ 50,00)
MISTICA CIDADE DEUS (A vida de Nossa
Senhora revelada por Ela mesma à Venerável
Soror Maria de Ágreda)

TOMO 2 (R$ 50,00)
MISTICA CIDADE DEUS (A vida de Nossa
Senhora revelada por Ela mesma à Venerável
Soror Maria de Ágreda)

TOMO 3 (R$ 50,00)
MISTICA CIDADE DEUS (A vida de Nossa
Senhora revelada por Ela mesma à Venerável
Soror Maria de Ágreda)

TOMO 4 (R$ 50,00)
IMITAÇÃO DE MARIA (R$ 30,00)
Imagem
VIDA DE SÃO GERALDO MAGELA (R$ 25,00)

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

ESCAPULARIO DE PAREDE DE SAO BENTO

ADQUIRA O SEU ESCAPULARIO DE PAREDE/PORTA DE SAO BENTO, COM O EXORCISMO DE SAO BENTO QUE E PODEROSISSIMO CONTRA AS FORÇAS DIABOLICAS E PROTEJE DE FEITIÇARIAS, MALDIÇOES E TODO TIPO DE MAL QUE POSSA SER LANÇADO SOBRE VOCE E SUA FAMILIA.

PEDIDOS:

FONE: (0xx12)99701-2427

PREÇO: R$10,00 .

OU PEÇA PELO EMAIL:

mensageiradapazjacarei@gmail.com

LIGUE E PEÇA A SUA! ADQUIRINDO UMA VOCE ESTARA NOS AJUDANDO A FAZER O SANTUARIO DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ E A DIVULGAR SUAS MENSAGENS PARA O MUNDO INTEIRO!


OBRIGADO POR SUA AJUDA EM NOSSA MISSAO DE SALVAR ALMAS PARA DEUS E NOSSA SENHORA!

TERÇO DAS LAGRIMAS DE SANGUE DE NOSSA SENHORA DO SANTUARIO DAS APARIÇOES

Ligue e peça o lindo terço das lagrimas de sangue de Nossa Senhora feito pelo vidente Marcos Tadeu.

Tel: (0xx12) 99701-2427

Email: mensageiradapazjacarei@gmail.com

Muito obrigado a todos!

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

AS APARIÇOES DE NOSSA SENHORA EM PELLEVOISIN- FRANÇA- PARTE 2

PEÇA O SEU ESCAPULARIO DE PELLEVOISIN PELO TELEFONE:

(0xx12)99701-2427


Quarta aparição: 16 de Fevereiro de 1876

Virgem Maria:

Essas poucas boas acções e algumas orações fervorosas que me dedicaste, tocaram o meu coração de Mãe; entre outras, essa pequena carta que me escreveste em Setembro de 1875. O que mais me tocou, foi esta frase: vede a dor dos meus pais se viesse a faltar-lhes. Estão em vésperas de mendigar o pão. Recordai-vos que também sofrestes quando Jesus vosso Filho foi posto na Cruz. Mostrei esta carta a meu Filho.

Em 14 de Fevereiro, Estela ouviu dizer-lhe:

Se o meu Filho te der a vida, quero que publiques a minha glória.

Escreve nas suas memórias: "Fiquei surpreendida, quando respondi excitada: mas, como hei-de fazer? Não sou grande coisa, não sei o que poderei fazer."

Quinta aparição: 17 de Fevereiro de 1876, Maria intervém:

Não tive tempo de dizer como fazer (…) Faz todos os esforços.

Sexta aparição: em 18 de Fevereiro de 1876, acrescentou:

Se quiseres servir-me, sê simples e que as tuas acções correspondam às tuas palavras. É possível salvar-nos em todas as condições; onde estás, podes fazer muito bem e podes publicar a minha glória.

O que mais me aflige é a falta de respeito que têm pelo meu Filho na Santa Comunhão, e a atitude de oração que tomam, quando o espírito está ocupado com outras coisas. Digo isto para as pessoas que pretendem ser piedosas. Publica a minha glória, mas antes de falares, espera o conselho; terás emboscadas, hão-de tratar-te de visionária, exaltada, louca, não prestes atenção a nada disto, sê fiel, eu te ajudarei.

No fim da aparição de 18 de Fevereiro de 1876:

Estela sofria horrivelmente: o coração batia-me com tanta força que pensava que me ia sair do peito. O estômago e a barriga também me doíam muito. Era-me impossível levantar a mão direita. Depois dum momento de repouso, senti-me bem. Perguntei que horas eram: era meia-noite e meia. Sentia-me curada, excepto o braço direito.

Sétima aparição em 1 de Julho de 1876

Maria:

Calma minha filha, paciência, terás sofrimentos mas eu estou aqui.

Oitava aparição em 2 de Julho de 1876

Maria:

Não temas nada, fica calma.

Nona aparição em 3 de Julho de 1876

Maria:

Queria que ainda ficasses mais calma.

10ª aparição em 9 de Setembro de 1876

Maria:

Ficaste privada da minha visita em 15 de Agosto. Não tinhas suficiente calma. Tens mesmo o carácter do francês: quer saber tudo antes de aprender e compreender tudo antes de saber.

11ª aparição em 15 de Setembro de 1876

Maria:

Vou ter em conta os esforços que fizeste para estares calma. Não é só para ti que o peço, mas também para a Igreja e para a França. Na Igreja não há essa calma que eu desejo.

12ª aparição em 19 de Setembro de 1876

Estela: "Tinha visto sempre aquela pequena coisa sem saber o que era, porque até aí tinha-a visto totalmente branca. Ao levantá-la, vi um coração vermelho que sobressaía muito bem. Pensei imediatamente que era um escapulário do Sagrado Coração."

Maria disse, agarrando-o:

Gosto desta devoção.

13ª aparição em 1 de Dezembro de 1876

Maria trazia mais uma vez o escapulário.

14ª aparição em 8 de Dezembro de 1876

Maria:

Tu mesma vais ter com o Prelado e vais mostrar-lhe o modelo que fizeste. Diz-lhe que te ajude com todo o seu poder e que nada me será mais agradável que ver esta libré em cada um dos meus filhos. Aplicar-se-ão a reparar os ultrajes que o meu Filho recebe no sacramento do seu amor. Vê as graças que derramarei sobre aqueles que o trouxerem com confiança e que te ajudarão a propagá-lo.

15ª aparição em 3 de Julho de 1876.

No final do dia, Estela vê de novo a Santíssima Virgem. Esta chega muito tarde e "não fica senão alguns minutos".

Maria:

Não te fixei a hora a que viria, nem o dia. Não vou ficar senão por alguns minutos.

Maria parece chegar duma recepção importante e quer partilhar a sua alegria com Estela.

Maria:

Vim acabar a festa.

Estela: Não sabia que festa era. Perguntei no dia seguinte ao Prior que me respondeu que era em Lourdes, a coroação de Nossa Senhora de Lourdes.

 

Reconhecimento pela Igreja

Na verdade, o arcebispo de Bourges, D. de la Tour d'Auvergne, foi o primeiro a reconhecer o escapulário, em 12 de Dezembro de 1876. De seguida, Leão XIII também o reconheceu.

Estela é recebida em audiência por Leão XIII em 30 de Janeiro de 1900. Este papa que, entre 1 de Setembro de 1883 e 8 de Setembro de 1901, publicou 15 encíclicas sobre o Rosário, está bem informado sobre os acontecimentos de Pellevoisin. Aproveita pata pedir detalhes sobre as alusões de Maria relativamente à Igreja e à França.

Em 4 de Abril de 1900, três meses depois da audiência de Estela, a Congregação dos ritos, a pedido do papa, autoriza oficialmente para toda a Igreja, o escapulário do Sagrado Coração, tal como a Virgem o trazia em Pellevoisin.

Bento XV acrescenta:

«Acredito que as origens são boas e podemos dizer que Pellevoisin é um lugar especialmente escolhido pela Virgem para aí derramar as suas graças (17 de Outubro de 1915).

 

Um exvoto

Desde a primeira aparição, em 14 de Fevereiro de 1876, a Virgem aponta para que se deverá conservar a memória destas aparições. Ao ver a placa de mármore branco colocada diante dela, Estela Faguette identifica-a como sendo um exvoto, quer dizer, um testemunho pelo favor obtido. A primeira preocupação de Estela é saber onde colocarão esse exvoto.

Estela: Mas, minha boa Mãe, onde deveremos colocá-lo? Será em Nossa Senhora das Vitórias em Paris ou em Pellevoi…? Não me deu tempo de acabar Pellevoisin sem que me respondesse:

Maria:

Em Nossa Senhora das Vitórias têm bastantes marcas do meu poder, ao passo que em Pellevoisin não há nada. Têm necessidade de estimulantes.

Tinha nos quatro cantos, botões de rosa em ouro. No cimo estava um coração de ouro inflamado com uma coroa de rosas, trespassado com uma espada.

Eis o que lá estava escrito:

Invoquei Maria do mais fundo da minha miséria.
Ela obteve de seu Filho a minha cura total.

A humilde Estela Faguette morreu com 86 anos e repousa no cemitério de Pellevoisin, não longe do túmulo de Georges Bernanos. No seu túmulo, duas palavras: "Sê simples".

AS APARIÇOES DE NOSSA SENHORA EM PELLEVOISIN FRANÇA

A vidente

Estela Faguette nasce em 12 de Setembro de 1839. É ela que, aos 11 anos, na aldeia onde nasceu, leva o pendão de Nossa Senhora na procissão que festeja a proclamação do Dogma da Imaculada conceição, proclamado por Pio X em 8 de Dezembro de 1854. Ninguém imagina que, 22 anos depois, será ela que irá ser encarregada de proclamar as glórias de Maria no mundo inteiro.

Quando Estela tem 14 anos, o pai, devido aos negócios que correm mal, está na miséria. A família desloca-se para Paris e é Estela quem tem de ajudar materialmente o pai. Frequenta as Irmãs de S. Vicente de Paulo e a sua devoção a Maria é já bem visível. Aos 17 anos, entra para a congregação das irmãs Agostinhas de Hôtel-Dieu onde permanece três anos, dedicando-se aos mais necessitados. Ao fim deste tempo, tem de deixar a vida religiosa para de novo vir em auxílio dos pais. Vai servir para casa da família De La Rochefoucauld. A condessa encontra nela todas as qualidades para lhe entregar todo o tipo de responsabilidades.

Os condes, na estação quente, deixam Paris e vão instalar-se na sua casa de verão a três quilómetros de Pellevoisin, pequena aldeia dos arredores de Châteauroux.

 

15 aparições da Virgem a Estelle Faguette, em 1876

 

Primeira aparição

14 de Fevereiro de 1876: Aparição do demónio e, depois, da Virgem.

Desde há meses que Estela luta contra um grave tuberculose, rodeada de afeição e de bons cuidados. Está grata à condessa "a quem devo um pouco da minha resignação." Ela que dizia tantas vezes: "Minha pobre Estela, para sofrer assim tanto tempo, mais valia que Deus vos levasse, porque tudo leva a crer que nunca vos haveis de curar".

O sacramento da Extrema Unção dá-lhe uma serenidade total: "Nesse dia fiquei mais calma e disse muitas vezes: meu Deus, vós sabeis melhor que eu o que me é preciso, fazei o que vos agradar, apenas concedei que eu faça o meu sacrifício generosamente".

Aparição de Satanás

Na noite de 14 de Fevereiro de 1876, está esgotada. É perto da meia-noite. Uma personagem sinistra "de noite à procura da caça", apresenta-se junto da cama da moribunda; quer aproveitar-se do seu extremo cansaço.

Ela mesma conta: "De repente, o diabo apareceu ao pé da minha cama. Ó! Como tive medo. Era horrível, fazia-me caretas quando me apareceu a Virgem do outro lado da cama".

"Maria traz na cabeça um lenço muito branco"

Diz a Satanás:

Que fazes aqui? Não vês que Estela está revestida da minha libré (escapulário).

E tu, Estela, não tenhas medo, sabes bem que és minha filha!

 

A doença de Estela

Os pais de Estela vêm instalar-se em Pellevoisin em 1866. Ficam mais perto da filha que acompanha sempre a família de La Rochefoucauld a Poiriers-Montbel, durante a estação quente. Ficará mais barato viver em Pellevoisin do que em Paris. Quando a doença de Estela se agrava no Outono de 1875, a condessa atrasa o sua ida para a cidade.

Em Fevereiro de 1876, assuntos importantes esperam-na em Paris. Não pode demorar mais. Arranja uma casa perto da igreja e do cemitério de Pellevoisin onde instala confortavelmente Estela. Os pais Faguette, que moram em Pellevoisin desde há dez anos, vêm morar com a filha; poderão assim prestar-lhe mais facilmente os cuidados de que necessita. O seu estado físico é de tal forma desesperado, que o conde e a condessa compram, antes de partirem para Paris, um lugar no cemitério de Pellevoisim, para a sepultura da sua "criada" tão apreciada.

Em 14 de Fevereiro, o Dr. Hubert confirma as aparências: "Não tem mais que 4 a 5 horas de vida". Estela tem pelo menos a consolação de ver os pais instalados na mesma casa que ela, nos seus últimos momentos.

Estela Faguette não goza pois de boa saúde. Esta fraqueza física não é estranha à sua saída da comunidade com a idade de 20 anos. Os bons cuidados prestados pela condessa de La Rochefoucauld e a força de vontade de Estela triunfam temporariamente: durante onze anos, a sua dedicação é sem falha. Mas eis que em 29 de Agosto de 1875, o Dr. Bucquoy confirma que está gravemente atingida: sofre de "tuberculose pulmonar, de peritonite aguda e dum tumor abdominal." As lesões do pulmão progrediram de tal forma que se tornou contagiosa. O seu estado é tão grave que não pode mais trabalhar.

Estela tem 32 anos e não tenciona capitular tão facilmente. Decide recorrer aos meios extremos. Escreve directamente à Virgem. Entrega a carta à menina Reiter que vai colocá-la no parque do castelo, entre as pedras da gruta dedicada a Nossa Senhora de Lourdes. A resposta à carta chegará a Pellevoisin na noite de 14 par 15 de Fevereiro de 1876. Foram precisos cerca de seis meses para que a Virgem respondesse à carta de Estela, datada de Setembro de 1875.

Texto integral da carta de Estela Faguette dirigida à Virgem Maria em Setembro de 1875:

"Ó minha boa Mãe, eis-me de novo prostrada a vossos pés. Não podeis recusar ouvir-me. Não esquecestes que sou vossa filha, que vos amo. Concedei-me, pois, pelo vosso divino Filho, a saúde do corpo, para sua glória.

Olhai a dor de meus pais, sabeis bem que não me têm senão a mim como recurso. Não poderei acabar a obra que comecei? Se não puderdes, por causa dos meus pecados, obter-me a cura completa, podereis ao menos obter-me um pouco de força para poder ganhar a vida e a de meus pais. Bem vedes, minha boa Mãe, eles estão em vésperas de ter de mendigar o pão, não posso pensar nisso sem ficar profundamente aflita.

Recordai-vos dos sofrimentos que suportastes, na noite do nascimento do Salvador, quando fostes obrigada a ir de porta em porta pedindo asilo! Recordai-vos também do que sofrestes quando Jesus foi colocado na Cruz! Tenho confiança em vós, minha boa Mãe, se quiseres, o vosso Filho pode curar-me. Ele sabe que desejei vivamente ser do número das suas esposas e que foi para lhe ser agradável que sacrifiquei a minha existência pela minha família que tanto precisa de mim.

Dignai-vos escutar as minhas súplicas, minha boa Mãe, e transmiti-las ao vosso divino Filho. Que Ele me devolva a saúde se for do seu agrado, mas que seja feita a sua vontade e não a minha. Que pelo menos me conceda a resignação total aos seus desígnios e que isso sirva à minha salvação e à de meus pais. Possuís o meu coração, Virgem Santa, guardai-o sempre e que ele seja o penhor do meu amor e do meu reconhecimento pela vossa maternal bondade. Prometo-vos, minha boa Mãe, se me concederdes as graças que vos peço, de fazer tudo quanto de mim depender para vossa glória e do vosso divino Filho.

Tomai sob a vossa protecção a minha querida sobrinha e colocai-a ao abrigo dos maus exemplos. Fazei, ó Virgem Santa, que vos imite na vossa obediência e que um dia possua convosco, Jesus, na eternidade."

Estela Faguette

 

A sobrinha de Estela Faguette

No final desta carta, Estela coloca sob a protecção de Maria a sua pequena sobrinha.

Estela tinha duas irmãs, uma mais velha 3 anos, Genoveva, e outra mais nova que ela, Agostinha.

Genoveva Faguette Petitot morrre em 24 de Novembro de 1864 com 24 anos, deixando dois filhos: Eugénio morre a 20 de Fevereiro de 1865, com 13 meses.

A menina, Estela Petitot, tem 5 anos quando morre a mãe Genoveva Faguette Petitot.

É nesta altura que Estela Faguette toma a seu cargo a sobrinha que fica a morar com os pais. Estela com o seu salário sustenta o pai, a mãe e a sobrinha, "a pequena Estela", que habitam todos em Pellevoisin. No momento das aparições, Estela Petitot tem 17 anos e Estela Faguette pô-la como aprendiza em Paris, por 18 meses.

Depois desta aprendizagem, a pequena Estela volta a Pellevoisin, para casa dos pais Faguette e aí ficará até aos 22 anos.

Aos 22 anos, deixa a casa e não mais voltará. O lar Petitot, infeliz e desunido, foi para Estela Faguette causa de muita angústia e decepção. Ela que tanto tinha sofrido pela sua querida pequena sobrinha.

 

Segunda aparição

Maria anuncia três acontecimentos importantes.

O primeiro: durante cinco dias consecutivos, virei ver-te;

O segundo: sábado, morrerás ou ficarás curada;

O terceiro: se o meu Filho te conceder a vida, publicarás a minha glória.

Estela Faguette vai receber a visita de Maria quinze vezes no decorrer do ano de 1876.

As cinco primeiras aparições acontecem em cinco dias consecutivos, e segundo a própria Virgem:

Sofrerás ainda cinco dias, em honra das cinco chagas de meu Filho.

2ª aparição: 14 de Fevereiro de 1876

Maria aparece cinco vezes a meio da noite, em 14, 15, 16, 17, 18 de Fevereiro de 1876. A presença de Satanás que tinha sido importante no dia 14, torna-se cada vez mais discreta nos dias seguintes, de forma que no dia 18, está totalmente ausente. Inversamente, durante este tempo, a Virgem torna-se cada vez mais maternal: "Aproxima-se do meio da minha cama".

Estela: "Estou ainda muito perturbada com os pecados que cometi no passado e que aos meus olhos eram faltas ligeiras."

Virgem Maria:

As poucas boas acções e algumas orações fervorosas que me dirigiste tocaram o meu coração de mãe, estou cheia de misericórdia.

Estela fica estupefacta por ver que o pouco bem que fazemos, compensa a ingratidão das nossas faltas, por causa da bondade de Deus e da sua Mãe Misericordiosa.

Virgem Maria:

Recebi a tua carta. Vais ficar curada.

Terceira aparição

A partir de terça-feira, 15 de Fevereiro 1876, Estela sabe que será curada. Está tão pronta para morrer que fica decepcionada com a notícia.

Estela: "Mas, minha boa Mãe, se pudesse escolher, gostaria de morrer enquanto estou bem preparada."

Virgem Maria:

Ingrata! Se o meu Filho te devolve a saúde, é que tens necessidade. Se o meu Filho se deixou tocar, foi por causa da tua grande resignação e paciência. Não lhe percas o fruto por causa da tua escolha.