RAINHA

RAINHA

MENU

sábado, 17 de dezembro de 2011

4 de Abril de 1985

Luz Amparo recebe a estigmatização


foto da vidente Amparo Cuevas de El Escorial sofrendo os estigmas da paixão de Jesus



O SENHOR:

Minha filha, a Minha agonia não durou apenas três horas! A Minha agonia durará até ao fim do mundo. E sabes quem Me torna essa agonia mais dura? Muitos dos Meus sacerdotes, das Minhas almas consagradas! Dei-lhes muito; são quem mais recebeu. Mas são os piores, os que mais mal correspondem ao Meu amor.

Lembrai-vos, Meus filhos, que Eu estou prisioneiro no Sacrário pelos homens. Peço-vos que ameis muito a Minha Mãe, porque quem a ama também Me ama a Mim, pois Eu amo muito a Minha Mãe.

Recomendo-vos que rezeis muito pelos sacerdotes, a quem peço um pouco de amor. Estou a mendigar o seu amor! Vede bem: o Rei criador a mendigar um pouco de amor! Rezai por eles, Meus filhos! Com toda a Minha autoridade, estou também a incumbir-te de lhes dizeres(aos padres) para saírem do sono letárgico em que caíram. O demónio levou-os a esse estado para se apoderar das suas almas. O Meu Coração ama-os muito, mas correspondem tão pouco a esse amor que tenho por eles! São ingratos, Minha filha! Abandonaram a oração e o sacrifício; dizei-lhes para se unirem ao Meu exército de Anjos e se deixem selar por eles. Estais a viver uma hora muito crítica, Meus filhos! Deixai-vos selar! Permiti que vos seja impresso o selo dos eleitos. Satanás também está a selar os seus e quer apoderar-se da maior parte da Humanidade. O número 666 está gravado nas frontes e nas mãos de muitos. Não vos deixeis enganar pela astúcia de Satanás.

Amai a Minha Mãe, que Ela vos trará a Mim, e Eu vos levarei ao Pai. Quando Eu vier [na Segunda Vinda], virei como juiz e não como amigo, Meus filhos. Peço-vos, por isso, que procureis fazer boas obras. Amai-vos uns aos outros e confessai os vossos pecados. Cumpri os Dez Mandamentos para vos poderdes salvar.

Não penseis que tudo isso só vai acontecer daqui a muito tempo, pois está para breve. Neste tempo, estou a derramar graças e o Meu Coração vem como amigo, cheio de misericórdia; mas quando chegar esse momento, essa hora tão terrível, não ouvirei os vossos lamentos e não escutarei os vossos gemidos. Estai preparados, porque será uma hora muito importante. Os Meus Anjos já estão a marcar com o selo dos eleitos. Amo-vos muito, Meus filhos! Não recuseis o Meu amor.

Vais beber algumas gotas do cálice de dor, Minha filha.

Está amargo, Minha filha. Essa mesma amargura sente o Meu Coração por todos os Meus filhos, especialmente pelas almas consagradas, pelos sacerdotes, que são-no apenas de nome, pois não cumprem como tal. Pedi por eles! Eu dei-lhes tudo; entreguei-lhes até o Meu Corpo para O levarem onde quiserem. Estou sedento de amor.

Dai-me amor, Meus filhos, pois o Meu Coração está sedento; não sejais ingratos.

Tu, Minha filha, vais voltar a beber do cálice da dor. Já só faltam algumas gotas. Quando acabarem, será o fim.



LUZ AMPARO:

Ai, que amargo! Ai, Senhor; ai, Senhor!



O SENHOR:

Minha filha, peço-te que te sacrifiques pelos pecadores sacerdotes. Crucifica-te diariamente por eles. Quero que regressem ao bom caminho, o que será possível com penitência e sacrifício. Com o santo Rosário, que é a prece da Minha Mãe, podereis evitar, como já te disse noutras ocasiões, uma grande guerra, uma grande catástrofe e muitos perigos que pairam actualmente sobre o mundo. Por isso peço-te: crucifica-te pelos consagrados; muitos deles não honram o Meu Corpo. Quero que pratiqueis actos de desagravo pelas injúrias que tantos sacerdotes cometem.

Minha filha, peço-te que sejas forte e fiel. As duras provações já começaram para ti. Esta provação é muito dura, mas continua a lutar, porque muitos deles (dos sacerdotes) nem sequer acreditam na existência da Minha Mãe. E se não acreditam na existência da Minha Mãe, também não acreditam na Minha existência. É preciso que os religiosos e sacerdotes acreditem na Nossa existência. Peço-vos, por isso, que repareis com amor e pratiqueis actos de desagravo. Não sejais ingratos!

Muitos dizem que isto é obra do demónio! O demónio destrói, não constrói! Quantas vezes terei de repetir isto mesmo? A obra do demónio é [levada a cabo] por aqueles que não cumprem o Meu Evangelho, que lhe retiram o que lhes desagrada e acrescentam o que lhes convém. Isso sim, é que é obra do demónio! Mas não terá qualquer poder onde houver humildade, caridade e amor. Por isso quero-te humilde, muito humilde, para que Satanás não possa entrar.

Procura refúgio nos Nossos Corações: no de Minha Mãe santa e imaculada e no Meu, pois neles serás fortalecida. Não estejas desanimada nem triste, pois Nós estamos contigo. E se estamos contigo, que te importa o resto?


Amai-vos uns aos outros! E tende cuidado com a vossa língua, que é uma lâmina de dois gumes. Amai-vos como Eu vos amei.

Vais agora escrever seis nomes; e hoje, para te recompensar do teu sofrimento, serás tu a escolhê-los. Escreve-os no Livro da Vida e em nome de Deus.

Estás a ver, Minha filha, como são recompensados os teus sofrimentos? Já viste, são seis nomes! Estes nomes jamais serão apagados. Agora peço-te humildade e sacrifício pelas almas consagradas. Vês a Minha Mãe?

Vou dar-vos uma bênção especial. Esta Minha bênção vai fazer derramar muitas graças, especialmente sobre as almas que ainda não recorreram ao sacramento da Penitência, da Confissão. Fazei-o hoje mesmo. Não vos envergonheis [de confessar] as vossas faltas. Dai amor ao ‘Prisioneiro’ que está sedento do vosso amor, Meus filhos! Imploro o vosso amor, pois o Meu Coração está sedento [do vosso amor] e refugiai-vos todos no Meu Coração que está aberto de par em par, para que nele possais entrar.

Abençoo-vos, Meus filhos, como o Pai vos abençoa por meio de Filho, que sou Eu, e com o Espírito Santo.

Por isso vos digo: O Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus, o Pai é Deus. É um só, mas o mesmo Deus, em três Pessoas distintas! É um mistério que vos será revelado quando chegardes às moradas, Meus filhos.

Bendizei os vossos pais, pois foram eles que vos deram o ser em Meu nome. Honrai-os, porque todo aquele que honrar o seu pai e a sua mãe entrará no Reino dos Céus. Sede humildes com eles e amai-os muito. Vós não olhais para os vossos defeitos, não reparais neles, mas olhais para os defeitos dos vossos pais. Deveis olhar, antes de mais, para os vossos defeitos e, depois, para os deles. Eles deram-vos o ser e deveis-lhes a vida. Se eles não vos tivessem dado a vida, não teríeis conhecido Deus, Meus filhos. Desde aqui estão abençoados.

Levantai todos os objectos; todos serão abençoados...

Adeus, Meus filhos, adeus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário