quarta-feira, 27 de março de 2019

AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA EM LICHEN-POLÔNIA



Em 1850, ao aparecer a um humilde pastor de ovelhas, Mikolay Sikatka, morador de Lichen, a Santíssima Virgem pediu que ele divulga-se a todas as pessoas a Sua vontade:

"Junto com a meditação a respeito da paixão e Morte de Nosso Senhor JESUS CRISTO, deveria ser rezado o Rosário."
 A história da imagem de Lichen começa no longínquo ano de 1813. Napoleão e seus soldados levaram a Revolução a toda a Europa. Nesse ano trava-se a batalha de Leipzig, também chamada “batalha das nações”, na qual morreram ou ficaram feridos perto de 80.000 soldados. Entre eles estava Tomasz Klossowski, que pediu fervorosamente a Nossa Senhora para não morrer longe de seu país. O pedido não era insignificante porque, nas primitivas condições sanitárias da época, ser ferido gravemente era quase uma condenação à morte.
Mas Nossa Senhora apareceu a Tomasz, portando um manto de ouro e uma águia branca na mão. Avisou que ele voltaria à sua região, onde deveria procurar uma imagem que fosse parecida com Ela, e cuja devoção deveria promover.


Tomasz de fato se recuperou dos ferimentos e voltou à sua região. Mas a busca da imagem parecia não levar a nada. Ano após ano ele percorria a região, e nada encontrava. Em 1836, após 23 longos anos, ele conseguiu uma imagem adequada. No início colocou-a em sua casa, mas depois levou-a para uma pequena capela na floresta vizinha. Este é um costume ainda popular no país.
Mas a devoção não se difundiu, e a imagem ficou sozinha na floresta. Até o ano de 1850, quando o pastor de ovelhas Mikolaj Sikatka passou diante da imagem e teve uma visão de Nossa Senhora.
Essa aparição aconteceu quando o filho devoto rezava em frente a um quadro da Virgem Santíssima, existente em uma capela de um bosque, na cidade polonesa.

Na Aparição seguinte nossa Mãe não só insistiu para que fosse a missa fosse celebrada com amor e devoção, deixando orientações e recomendações para os padres, através de uma mensagem.
        
Ao manifestar-se pela terceira vez, a Mãe de Deus alertou para uma epidemia que ocorreria em breve.

Também falou de uma guerra que aniquilaria milhões de pessoas. Imaginamos que Nossa Senhora estava profetizando a 1ª grande guerra mundial que seria deflagrada após 64 anos.

Falou ainda sobre o país, Polônia, e seu futuro, dizendo:

- “Os povos do mundo se maravilharão quando a sua esperança da paz depender da Polônia”.

Estaria nessa frase nossa Mãe antecipando o santo padre, papa João Paulo II?
Acreditamos que sim, pois foi ele que finalmente cumpriu um antigo pedido da Mãe de Deus para que o mundo fosse consagrado ao Seu Imaculado Coração.
Foi ele também personagem muito importante para o fim do comunismo nos países da União Soviética.

Como portador de tão importantes mensagens, o pastor Mikolay sentiu-se no dever de levar ao conhecimento das autoridades tendo o que tinha acontecido com ele. Ninguém acreditou, e ainda foi preso e espancado.
        
O tempo passou, mas a Rainha do Céu e da terra não se engana, veio então uma grande epidemia de cólera que reviveu na memória de alguns a mensagem do humilde e simples homem do campo que tinha sido rejeitado.
Enfim todas creram que as Aparições e as mensagens tinham sido de Nossa Senhora.

Outros fatos importantes:

__ Em 1897 quando foi feita a exumação do corpo de Mikolay Sikatka, uma grande surpresa, pois seu cadáver estava perfeito, incorruptível.
Essa graça de Deus tem acompanhado alguns santos. Por exemplo, Santa Bernardete, a vidente de Nossa Senhora de Lourdes, permanece até hoje com seu corpo preservado; depois de cem anos de sua morte. O pastor vidente de Lichen faleceu em 1857;

__ A Igreja Matriz de Lichen recebeu a entronização da tela de Nossa Senhora, onde Mikolay rezava quando das Aparições, em 1852, conduzido por aproximadamente cem mil fiéis.

__ O grande cardeal Wyazinsky, polonês, quando jovem foi milagrosamente curado, quando rezava em frente a tela da Virgem de Lichen.
Depois de construído o Santuário, já em 15 de setembro de 1967, o mesmo cardeal, acompanhado por mais de cinqüenta mil devotos, entronizou o agraciado quadro da Mãe de Deus, na Sua casa  em Lichen.


MENSAGENS DE NOSSA SENHORA EM LICHEN:

As pessoas pecam continuamente, não pensam em fazer penitência e mudar de vida. Não passará muito tempo, e serão por isso severamente castigadas por Deus. Cairão mortas de repente e não haverá quem as enterre. Morrerão velhos, morrerão crianças no ato de serem alimentadas por suas mães. Rapazes e moças serão castigados, pequenos órfãos chorarão seus pais. Depois virá uma longa e terrível guerra.
“A misericórdia do Pai Celestial é inesgotável, e tudo pode ser ainda mudado. Quando houver santos no país, este poderá ser salvo. O país precisa de santas mães. Eu amo vossas boas mães, sempre as ajudarei em cada necessidade. Eu as entendo: fui mãe, com muitas dores.


“As mais pérfidas intenções dos opressores, vossas mães as quebram. Elas dão ao país numerosos e heróicos filhos. No período de um incêndio universal, esses filhos arrebatarão a pátria livre.
“Satanás semeará a discórdia entre os irmãos. Não estarão ainda cicatrizadas todas as feridas, e não crescerá uma geração até que a terra, o ar e os mares se tinjam de tanto sangue como até hoje não se viu. Esta terra será impregnada de lágrimas, cinza e sangue de mártires da santa causa. No coração do país a juventude perecerá na fogueira do sacrifício. Crianças inocentes morrerão pela espada. Esses novos e incontáveis mártires suplicarão diante do trono da justiça de Deus por vós, quando se realizar a batalha final pela alma da nação, quando sereis julgados. No fogo de longas provações a fé será purificada, a esperança não desaparecerá, o amor não cessará. Andarei entre vós, vos defenderei, vos ajudarei, por vosso intermédio ajudarei o mundo.
“Para surpresa de todas as nações, da Polônia surgirá a esperança para a humanidade atormentada. Então todos os corações se moverão de alegria, como há mil anos não houve. Este será o maior sinal dado à nação, para que caia em si e para que se reconforte. Ela vos unirá. Então, nesse país atormentado e humilhado descerão graças excepcionais como não houve há mil anos. Os corações jovens se moverão. Os seminários e conventos estarão cheios. Os corações poloneses expandirão a fé no oriente e no ocidente, no norte e no sul. A paz de Deus se estabelecera”.



BASÍLICA DO SANTUÁRIO DE LICHEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário