sexta-feira, 29 de março de 2019

MENSAGENS DE JESUS E MARIA A TERESA MUSCO





Tereza Musco de Caserta na Itália: Revelações aos tempos atuais
Tereza Musco viveu uma vida de sofrimento, aceita com ânimo de expiação; Em 31 de agosto de 1957 recebeu os estigmas invisíveis que se tornaram visíveis em 25 de outubro de 1968.
A partir de 1955, Teresa tomou nota em um diário de suas experiências místicas. A vidente era analfabeta porque nunca teve a oportunidade de ir à escola, por ter que ajudar a família. A Virgem Maria se encarregou então, a partir de 25 de dezembro de 1949 de lhe ensinar e leitura e escrita, orientando a sua mão. A mística teve muitas visões de seu Anjo da guarda. A primeira em 15 de março de 1948.
Nela o anjo lhe fez o convite de rezar e sofrer com alegria pela libertação das almas do Purgatório e para sua salvação. As manifestações angélicas se converteram em diárias, como ela mesma escreveu: a cada manhã o anjo me visita e reza comigo.
Em 7 de outubro de 1951, Maria lhe disse:
Minha filha, estão preparadas as tribulações que o Pai tem dirigidas contra a Itália e somente as almas que se ofereçam como vítimas podem tocar em cheio o coração de meu Filho e do Pai. A partir de 1972 se iniciará o tempo de satanás: os cardeais se oporão aos cardeais e os bispos contra os bispos. Te achas no meio de uma geração muito difícil, na qual se pretende explicar tudo cientificamente, e ninguém mais pensa em um pouco de calor humano, um pouco de amor, inclusive em relação aos mais pobres. Muitos filhos se encontram sem amor, porém não são capazes de rezar.
Em 3 de janeiro de 1952, Maria lhe disse:
Quero te dizer que este mundo é muito mau! Eu apareci em Portugal dando mensagens, porém ninguém as escuta, também em Lourdes e La Salette, porém muito poucos corações endurecidos se corrigiram. Também te quero dizer outras coisas que afligem o meu Coração. Quero te falar sobre o Terceiro Segredo de Fátima, do segredo que dei a Lúcia, em Fátima, e te digo que há muito tempo que ele foi lido, porém ninguém ainda se pronunciou.
A Virgem lhe predisse a peregrinação do Santo Padre Paulo VI a Fátima donde convidaria o mundo à oração e à penitência. Infelizmente o Papa não se atreverá a falar sobre o segredo, porque ele é espantoso. Ele irá encontrar-se com Lúcia. Mas este Papa não ousará falar porque o segredo é realmente espantoso. Ele é muito tímido! Limitar-se-á apenas a pedir penitência e oração. O mundo, disse a Virgem, caminha para uma grande ruína. O povo se perverte cada vez mais!
E ameaça com horríveis castigos:
Fogo e fumaça desbaratarão o mundo. As águas dos oceanos se transformarão em fogo e vapor. A espuma se levantará, alagando toda a Europa e fundirá tudo em uma lava de fogo. E milhões de homens e crianças morrerão pelo fogo, é quando os vivos invejarão os mortos. Porque para qualquer lado que se volte, só se verá sangue, mortos e ruínas, em todo mundo.
Jesus também lhe disse:
Eu sangrei pelos sacerdotes, mas eles têm deixado cair este Sangue sobre Mim e sobre minha Mãe Amadíssima. Isso quando Me bastaria a sua fidelidade para Eu lhes dar a conhecer todos os desígnios divinos.
E Virgem lhe falou:
Poderás ver como muitos sacerdotes, meus filhos prediletos e também de meu Filho, negam a presença real Dele, e como muitos não mais O desejam seguir. Saiba, filha, que são necessárias muitas almas que se ofereçam como vítimas pelos sacerdotes. Muitos deles se opõem aos seus Bispos e muitos jamais admitem que possam estar errados. Oferece, sofre, e reza por eles.
A Virgem disse-lhe também que com o passar do tempo o Papa Paulo VI se encontraria com Lúcia em Fátima, porém “este Papa pedirá orações e penitências em todo mundo, mas não se atreverá a falar sobre o segredo porque ele é espantoso. Minha filha, oferece teus sofrimentos pelos sacerdotes, porque a maioria deles já não sabem mais qual é a Vontade de Deus. Os poucos que realmente permanecem fiéis a mim, têm medo de se exporem, e assim seguem vivendo até que meu Filho o decida.
Em 02 de dezembro de 1975, falou Jesus:
A guerra começará entre os povos e não terminará até que se destruam mutuamente. Eles têm Me rechaçado e expulsado de suas vidas. Não Me resta mais que esperar e ser um espectador, para ver até que ponto eles chegam. A Hora é grave, é grande o perigo.
Em 14 de fevereiro de 1976 falou a Virgem:
Verás uma grande revolução em minha Igreja. Os comunistas chegarão ao poder em minha casa, mas isso só acontecerá quando puderem agir livremente, sem obstáculos, então haverá o derramamento de muito sangue inocente. No Vaticano estarão os comunistas no poder, esperando o tempo e o momento adequado. Minha filha, te escolhi, pobre e miserável porque tu me entendes e porque os sábios e estudiosos não podem compreender a minha linguagem, a não ser que caiam de joelhos e coração contrito.
Em 30 de setembro de 1951, Maria lhe disse: Grandes flagelos estão dirigidos sobre a Itália e os condutores são os que concentram as penas no Coração de meu Filho e do Pai. Somente vossos sacrifícios podem deter a ira sobre o mundo. Os sacerdotes que não se exponham às tentações nem levem ao desespero às almas eleitas por mim, porque irão para o fogo eterno. Muitas almas se perdem por causa dos padres. Eles que pensem no seu dever, porque um dia chorarão.

Em 7 de outubro de 1951, Maria lhe disse: Minha filha, estão preparadas as tribulações que o Pai tem dirigidas contra a Itália e somente as almas que se ofereçam como vítimas podem tocar em cheio o coração de meu Filho e do Pai. A partir de 1972 se iniciará o tempo de satanás: os cardeais se oporão aos cardeais e os bispos contra os bispos. Te achas no meio de uma geração muito difícil, na qual se pretende explicar tudo cientificamente, e ninguém mais pensa em um pouco de calor humano, um pouco de amor, inclusive em relação aos mais pobres. Muitos filhos se encontram sem amor, porém não são capazes de rezar.
Jesus também lhe disse: Eu sangrei pelos sacerdotes, mas eles têm deixado cair este Sangue sobre Mim e sobre minha Mãe Amadíssima. Isso quando Me bastaria a sua fidelidade para Eu lhes dar a conhecer todos os desígnios divinos.
E Virgem lhe falou: Poderás ver como muitos sacerdotes, meus filhos prediletos e também de meu Filho, negam a presença real Dele, e como muitos não mais O desejam seguir. Saiba, filha, que são necessárias muitas almas que se ofereçam como vítimas pelos sacerdotes. Muitos deles se opõem aos seus Bispos e muitos jamais admitem que possam estar errados. Oferece, sofre, e reza por eles.
A Virgem disse-lhe também que com o passar do tempo o Papa Paulo VI se encontraria com Lúcia em Fátima, porém “este Papa pedirá orações e penitências em todo mundo, mas não se atreverá a falar sobre o segredo porque ele é espantoso. Minha filha, oferece teus sofrimentos pelos sacerdotes, porque a maioria deles já não sabem mais qual é a Vontade de Deus. Os poucos que realmente permanecem fiéis a mim, têm medo de se exporem, e assim seguem vivendo até que meu Filho o decida.
Em 31 de agosto de 1953, a Virgem lhe disse: Minha casa está passando por um mau momento: os que eu tenho enviado contra esta escuridão acabam causando muito dano por sua comodidade, porque a comodidade danifica diretamente a carne e cala em silêncio ao espírito. Filha, reza por eles, porque muito necessitam. E se algum dia de tua vida tu deixares de rezar pelos sacerdotes, saiba que este é para ti um dia perdido.
Filha, quantos pecados há neste mundo! Mil vezes eles crucificam ao meu Filho na Cruz. O Pai está cansado e cheio de ira ao ver se Filho sempre traspassado e pisoteado por tantos homens cruéis. Minha filha, por favor faz penitência, porque a humanidade está correndo rapidamente para um grande precipício. Fala com os pequenos e reza, porque as orações dos inocentes valem muito mais do que a dos adultos. Somente pela oração se poderá aplacar a Ira de Deus. E tu, com tua penas e orações, podes mudar muitos corações endurecidos. Rezem muito, especialmente por meu Filho e por mim, pelos sacerdotes filhos prediletos de meu Filho amado. Quero um fervor vivo e verdadeiro na oração e não uma coisa como de hábito, especialmente na adoração ante Jesus no Santíssimo Sacramento.
Em 23 de julho de 1973 Maria lhe disse: Minha filha, sabemos que muitos sacerdotes, meus amados filhos e mui queridos por mim, obscurecem a glória e a honra do meu Filho. Ó pobres meus, filhos insensatos.. Por que sois tão cegos? Como vos deixaste tomar pelo diabo? Uma grande parte deles está surdo e não escuta mais a Jesus e a mim, porém estou disposta a aceita-los em meus braços, se houver o pedido de perdão por tantas ofensas.
Acaso não fui criada para servir ao meu Filho? Não em entreguei a todos vocês aos pés da Cruz? E agora vocês ocultam a adoração a Jesus! Meus pobres filhos cegos, quanto sois insensatos, como sois cegos! O demônio já faz uso das próprias crianças, dai a conhecer isso. O que necessito é de sacerdotes humildes e valentes, dispostos a serem sacrificados, machucados e pisoteados, sem temor de perderem a sua vida, derramar se sangue, para que através disso possa brilhar a Igreja, depois da grande purificação.
Muitos cientistas inventam armas com as quais se pode destruir, em poucos momentos, uma grande parte da humanidade. Deus castigará esta humanidade com a maior severidade do que já o fez com o Dilúvio. Se tudo seguir como agora, e assim a humidade não se converter, verão como os grandes e poderosos, os pequenos e os débeis perecerão junto. Aqui Teresa teve uma visão, que lhe foi mostrada, de uma sangrenta guerra que virá.
Em 10 de outubro de 1973, Maria lhe disse: Estamos a ponto de começar uma nova guerra, onde a terra onde nasceu o Salvador, que é meu Filho amado, já não se deterá. Parece que haverá paz, porém não é certo, porque a partir dali nascerá a Grande Guerra, e depois disso vem o Grande Castigo do Céu sobre a terra.
Em 13 de outubro de 1973 Maria lhe disse: Minha dor é grande ao ver que muitos dos meus filhos prediletos darão razão ao diabo, negando ao meu Filho. Filha minha, celebrem Missas e tenham as partículas consagradas. (não pisem em Jesus Sacramentado)
Em 15 de setembro de 1974, a Virgem lhe disse: (Nesta mensagem, na casa de Teresa, as imagens sagradas, estátuas e as pinturas começaram a chorar lágrimas de sangue). Minha filha, minhas lágrimas querem despertar o coração de tantas almas que estão frias, e tantos outros que não atendem aos meus pedidos. Porém para aqueles que não rezam, e dizem que a oração é fanatismo, saiba, filha, minha, que mais por eles é que são estas lágrimas porque se não se convertem isso será a sua condenação. Minha filha o mundo está em ruínas. Meu Filho já decidiu que se as pessoas seguem com o ódio, será destruído o ódio e o mundo.
Em 02 de dezembro de 1975, falou Jesus: A guerra começará entre os povos e não terminará até que se destruam mutuamente. Eles têm Me rechaçado e expulsado de suas vidas. Não Me resta mais que esperar e ser um espectador, para ver até que ponto eles chegam. A Hora é grave, é grande o perigo.
Em 14 de fevereiro de 1976 falou a Virgem: Verás uma grande revolução em minha Igreja. Os comunistas chegarão ao poder em minha casa, mas isso só acontecerá quando puderem agir livremente, sem obstáculos, então haverá o derramamento de muito sangue inocente. No Vaticano estarão os comunistas no poder, esperando o tempo e o momento adequado. Minha filha, te escolhi, pobre e miserável porque tu me entendes e porque os sábios e estudiosos não podem compreender a minha linguagem, a não ser que caiam de joelhos e coração contrito.

IMAGENS DE TERESA MUSCO QUE CHORARAM:









Nenhuma descrição de foto disponível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário