segunda-feira, 18 de março de 2019

NOSSA SENHORA DO AVISO-PORTUGAL










O Santuário de Nossa Senhora do Aviso localiza-se na aldeia de Serapicos, Concelho de Bragança, em Portugal.
Integra oito templetes alusivos ao calvário e a romaria é efectuada anualmente, no primeiro domingo do mês de Junho.
Em fins do século XVII, na localidade de Serapicos, existia uma capela dedicada a Nossa Senhora do Aviso, servida por uma confraria com o mesmo nome. A confraria é anterior a 1726, pois nessa data já era enriquecida de indulgências.
Embora não se conheça quando é que a capela foi construída, sabe-se que ela foi edificada em agradecimento pelos habitantes do povoado, após um deles, que regressava à casa num dia de inverno numa carroça puxada por uma junta de bois, ter sido surpreendido por lobos famintos. O homem aflito implorou o auxílio de Nossa Senhora, e os lobos retiraram-se sem fazer-lhe o menor dano, bem como aos dois animais.
A primitiva capela, danificada pelo tempo, foi substituída pela atual, no mesmo local, por volta de 1890.
Curiosamente, não se conseguiu retirar a imagem do local. Em 1840, algumas pessoas tentaram levá-la para o enterro de uma senhora, apelidada de tia Pimparela. Mas, após andarem uns 300 metros, não conseguiam movê-la, devido a seu peso. Estupefatos, os devotos decidiram conduzi-la de volta à capela, o que conseguiram sem dificuldade. Igualmente, habitantes do povoado de Sanceriz pretenderam transportá-la para sua igreja, na calada da noite, sob a alegação de prestarem-lhe um culto mais digno. Mas nem esses robustos habitantes de Sanceriz puderam carregá-la, devido ao inesperado peso que notaram na imagem.

Fundação 1726

A graça da boa morte

            Analisando os relatos de graças recebidas pelos devotos da imagem, encontramos grande variedade delas: curas de doenças, mudos que começam a falar, proteção contra ataques de lobos etc. Mas os relatos que mais chamam a atenção são os de pessoas avisadas da morte próxima. Transcrevemos abaixo dois relatos relativamente recentes, recolhidos por um sacerdote da região:

            A Sra. Dona Maria Rufina Baptista, de 84 anos de idade, grande devota de Nossa Senhora do Aviso, quando estava em seu leito de dor, esperando a hora da morte, três dias antes de sua morte, pediu para mandar vir os filhos da França, pois estava à beira da morte. Quando os filhos chegaram, disse-lhes: "Estava à vossa espera. Agora já posso partir. Irei só amanhã, como me avisou Nossa Senhora do Aviso. Isto foi no dia 17 de março de 1986, e ela morreu no dia 18 às 21 horas."

Outro caso de AVISO

Sou natural de Serapicos. Minha querida Mãe faleceu nodia 01 de Junho de 1974 quando fazia novena na Nossa Senhora do Aviso. na noite anterior à sua morte e, poque já não se entia bem, disse ao meu pai que se iria confessar, comungar e, depois, N.Sº. levá-la-ía. Assim aconteceu. Durante a procissão, tombou para o lado, ao fundo de igreja. Tinha falecido na casa de Deus, junto a Nossa Senhora do Aviso.
Que descanse em paz.
Uma filha agradecida
Denérida

OUTRO AVISO

Sou natural de Serapicos
Grande devota de Nª Sª do Aviso.
Durante anos fiz parte da comissão Zeladora desse lindo Santuário.
Tudo que fala e lê sobre Nª Sª não são lendas, são de facto casos reais.
A minha avó, durante uma noite falou.. falou...uma neta que dormia com ela não conseguindo dormir, questionou, o porquê de tanto falar,ela respondeu que estava a falar com a Sª do Aviso, minha prima na sua idade adolescente,incomodada por não conseguir dormir, diz com um tom irônico,o que é NªSª  está a dizer! ela respondeu,disse-me para pedir perdão das minhas faltas porque vou morrer.E assim foi. Levantou-se, fez a sua higiene,sentou-se no lugar que era hábito para tomar o pequeno,nclinou a cabeça e assim ficou.
Descansa em paz avó
Leonor

SENHORA DO AVISO AVISA MESMO.

Em 1988, no curso duma peregrinação à capela, ao ser contada a crença profundamente arraigada no povo da região, de que aqueles  que levam a Medalha de Nossa Senhora do Aviso e rezam a ela são avisados três dias antes da morte e ajudados a bem morrer, uma senhora presente deu este testemunho:
"É verdade o que acabais de ouvir, e posso atestá-lo com dois fatos ocorridos em minha família. Sou viúva, o meu marido foi seminarista. Tendo saído do seminário, casou-se e sempre foi católico fervoroso e exemplar chefe de família.
Trazia a medalha de Nossa Senhora do Aviso. Três dias antes de sua morte, chamou-me e disse: "Eu suponho que estou em graça de Deus, mas quero preparar-me melhor, pois vou morrer brevemente. Nossa Senhora já me avisou. Quero que o Sr. Prior me venha confessar e me dê todos os sacramentos".
Passados três dias, morreu santamente. Igualmente meu filho de 15 anos disse-me: "Mamãe, é inútil querer curar-me. Deus me quer para Si.
Nossa Senhora já me avisou que vou morrer. Mande chamar o Sr. Prior". Eu respondi-lhe: "Meu filho, sabes a pena que sinto com tua morte, mas se é essa a vontade de Deus, que ela se faça". Passados poucos dias, meu filho morreu também santamente, dizendo-me antes, quando lhe perguntei como sabia que ia morrer, o seguinte: "Mamãe, Nossa Senhora avisou-me, mas o modo como me avisou, não o posso dizer, é segredo".


Nenhum comentário:

Postar um comentário