sábado, 6 de abril de 2019

NOSSA SENHORA DA APARECIDA DE CALVÃO-PORTUGAL


Aparição de Nossa Senhora da Aparecida – Calvão – Chaves, Portugal

Nossa Senhora apareceu em 1833 em Calvão, Chaves a três pastorinhos que pastoreavam seus rebanhos por estas localidades, junto do rochedo a Rocha da Veiga.
Em cima deste rochedo construíram uma pequena capelinha lembrando o acontecimento.

Eles se chamavam Manuel, Maria Rosa e Teresa Fernanda. Esta Aparição é muito semelhante às de Fátima, apenas com a diferença que em Calvão aconteceu em 1833, oitenta e quatro anos antes dos acontecimentos de Fátima.

Na altura deu-se conhecimento, de tão singular Manifestação às instituições religiosas, que não lhe deram importância. O povo perante a divulgação do acontecimento, acreditou e logo erigiram uma capela. Em 1842 construíram uma outra com maiores dimensões, ligada à primeira. Mas não pararia por aqui, pois em 1880 seria construída outra capela em forma de nicho onde está representada a Aparição de Nossa Senhora Aparecida às três crianças. Começava-se então a desenhar o atual santuário.  Uma Fonte foi também construída no local. Acredita-se que essa fonte é milagrosa pois parece ser da altura das Aparições. Tem um espaço arborizado que convida à oração e à meditação. Muitas capelinhas com imagens de santos foram construídos por todo o santuário.

O Santuário é um local de culto mariano dos mais importantes da região.
A festa da Senhora da Aparecida, realiza-se em cada primeiro domingo de setembro, nela participam povos tanto de longe como de perto, como da vizinha Espanha.

APARIÇÃO ENXOVALHADA E DESACREDITADA POR UM PADRE NA TV
  Esta Aparição foi comentada num canal de tv portuguesa a quando dos 100 anos das Aparições de Fátima. A ideia inicial era apontar as semelhanças da história de Calvão com a de Fátima e o convite foi aceite “para dar a conhecer ao país o milagre” da Aparição. O povo desta terra que esperava estas Aparições serem apreciadas, viram, antes, serem criticadas e atacadas por um padre contratado pelo mesmo programa da Tv. O povo de Calvão viu a sua fé de 177 anos abalada no programa por um Padre Jesuíta, que desvalorizou a aparição em direto e ainda, antes de iniciar o programa telefonou ao pároco de Calvão a perguntar se a história do santuário tinha a ver com bruxaria ou superstições.
“É menos conhecido, mas tem a sua importância”, respondeu ele.
Um padre… atacando a própria fé que ele mesmo professou..

GRAÇA ALCANÇADA

Manuel Alves Araújo, um ainda familiar dos pastorinhos, contou que foi salvo por Nossa Senhora da Aparecida quando ia morrendo eletrocutado enquanto desenvolvia atividade de eletricista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário