sexta-feira, 4 de setembro de 2020

JACAREÍ, 9 DE AGOSTO DE 2020. MENSAGEM DE DEUS PAI E DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ



(Pai Eterno): “Amados filhos meus, eu, o vosso Pai, venho novamente hoje para dizer-vos: Amo-vos! Amo-vos infinitamente!
Aquilo que o meu amadíssimo Marcos disse é verdade, ele meditou corretamente.

Quando os apóstolos perguntaram a Jesus como o povo deveriam dirigir-se a mim Jesus, o meu filho perguntou-me qual era a minha vontade, e eu então respondi: ‘Quero que me chame de pai, Pai nosso.

Não que me chamassem de excelência, ou vossa majestade, ou então vossa senhoria. Mas, Pai, Pai nosso! porque é isso que eu sou, sou o vosso Pai.

Eu sou a árvore, vós sois o fruto. Sim vós sois a minha descendência, vós sois as sementes que eu lancei na terra para que então, pudessem cobrir o mundo com os frutos de minha graça, glória, beleza e amor.
Sim, sou o vosso Pai, eu sou a vossa origem, fui eu que vos chamei do nada e vos trouxe ao existir. E o relacionamento que quero ter convosco é o do Pai com o filho. Um relacionamento de intimidade, de confiança total, de amor, de carinho, de uma união tão forte e tão profunda que nada, nada jamais possa nos separar.
Quando um pai e um filho se amam verdadeiramente e profundamente, não há segredos entre eles, o que é de um é perfeitamente revelado ao outro inteiramente.

Entre eles não há temor, nem desconfiança, medo ou vergonha. E tudo o que é do pai é do filho e tudo o que é do filho é do pai. Os dois são um só coração, uma só alma, sentem a mesma coisa, querem a mesma coisa, buscam a mesma coisa, fazem juntos a mesma coisa.
É este relacionamento que quero ter convosco meus filhos, por isso, lançai fora dos vossos corações todo o medo de mim, porque eu sou um pai amoroso que a ninguém quero condenar. Quando faço isso, faço constrangido porque a própria alma do pecador obstinado assim me obriga a tal. Mas eu quero a salvação de todos! Sim, é com a minha voz tremendo e a minha mão tremendo que eu envio a alma do pecador que morreu obstinado ao inferno.

É com a voz trêmula que eu pronuncio a sentença da condenação. Porque o meu verdadeiro desejo não é condenar ninguém. Por isso, eu venho aqui com a minha filha prediletíssima para dar todas as chances para a vossa salvação.

E para vos dizer que eu sou um pai de amor não de medo.
E o que eu quero de vós não é o medo, mas o amor e a confiança.
Quero de vós a confiança do filho que revela tudo ao pai, mostra tudo ao pai, desnuda-se completamente diante do Pai e revela todas as suas feridas para que o pai possa curar todas as essas feridas com o seu amor!

Quando vós fizerdes isso vos curarei inteiramente! Sim, porque como bem disse o meu amadíssimo filhinho Marcos: ‘Eu estou aqui com o meu filho Jesus, com o meu Espírito Santo, com a minha filha prediletíssima, a princesa Maria: para curar o mundo, para curar a minha Igreja, para curar cada um dos vossos corações, para curar as vossas famílias, para curar este mundo.

Por isso, a minha princesa Maria vos deu aqui a fonte das graças dela, por isso o meu filho Jesus vos deu aqui a fonte das graças dele. E o meu prediletíssimo filho José deu a vocês também a fonte abençoada dele para curar este mundo, para curar as vossas famílias, para curar as vossas almas de toda a doença espiritual e até física.
A cura física é apenas a imagem material da grande cura espiritual que eu quero realizar em vós, ainda mais portentosa, maravilhosa, extraordinária e retumbante.

Por isso, dai os vossos corações a mim, deixai-me curá-los para que então, eu possa compartilhar convosco a minha própria vida divina.
Como farei isso? Curando as vossas feridas e depois comunicando a vossa alma enfraquecida pelo pecado a minha própria graça.
Nesses tempos maus da apostasia todos foram enfraquecidos pelo mau, todos! Todos foram feridos pelo mal. E a todos eu venho curar, eu quero curar com o bálsamo do meu amor.

Deixai-vos curar por mim, entregai-vos nos meus braços e eu curarei todas as vossas almas, todas as vossas feridas uma por uma. E darei a vossa alma uma vitamina revigorante do meu amor, da minha graça que fará as vossas almas tronarem-se fortes e vigorosas: no amor, na santidade e na fidelidade a mim.

Venham a mim, pois, não vim pronunciar a sentença de condenação contra ninguém, mas vim pronunciar sentenças de amor!
Eu quero curar-vos! Eu quero salvar-vos! Eu quero amar-vos, eu quero guardar-vos todos no meu seio amoroso e ali: vos alimentar, nutrir, embelezar, fortificar e santificar.
Estas são as sentenças que eu vim aqui pronunciar.

Vinde pois a mim, vinde como sois! Não espereis para serdes santos, perfeitos, sem defeitos para virdes a mim. É assim mesmo que quero que venhais como sois, para que eu possa então, curar as vossas feridas e revestir-vos verdadeiramente da minha própria beleza.
Todo pai quando vê o seu filho ferido procura curá-lo de todas as formas, procura trabalhar ao máximo possível para dar a ele a melhor roupa que pode, o melhor sapato, para que então, o filho possa verdadeiramente sentir-se bem, ser feliz e aparecer o mais radiante possível diante do mundo.

Assim também, quero fazer eu meus filhos, quero fazer tudo para embelezar-vos e para dar a vós a minha própria beleza radiante de amor.

Vinde a mim que eu já não posso mais suportar a saudade de vós!
Vinde a mim porque já não posso mais suportar a vossa falta!
Vinde ao meu Coração Paternal, e então, eu encherei o vosso coração de tanta luz e graça, que vós verdadeiramente exclamareis que depois de eu ter enviado o meu filho Jesus ao mundo nunca se viram tantas graças de amor como agora!
Vinde, porque o meu Coração está ferido de saudade de vós, a minha língua já está seca como uma folha de papel, de tanto chamar-vos e chamar-vos através de séculos: primeiro pelos profetas, depois pelo meu filho e depois pelos apóstolos e agora pela minha princesa Maria. Chamar-vos para o meu Coração sem nunca ouvir o vosso ‘sim’, sem nunca ouvir o vosso 'Abba, Abba Pai!' Sim, dai-me o vosso 'Abba Pai' e eu imediatamente descerei do meu trono com todos os meus Anjos, com todos os Santos e derramarei sobre cada um de vós toda a abundância das minhas graças e o dilúvio do meu amor.

Eu vos embelezarei com as pedras preciosas dos dons do meu Espírito Santo e dos seus frutos. E eu vos revestirei com toda a minha misericórdia e benevolência, vos ungirei com o óleo perfumado da minha graça de amor e então, este óleo benéfico dará às vossas almas a verdadeira saúde espiritual e a minha própria vida da graça divina. Então, vós sereis belos e a vossa beleza vencerá o pecado, a vossa beleza vencerá o mal e todos ao verem a minha beleza em vós se sentirão atraídos para também me amar. E assim, o mundo será salvo pela beleza e pelo amor.


Ó vinde e não tardeis mais, porque vos amo tanto! Eu não posso dar o meu filho ao mundo uma outra vez, por isso, vinde a mim por ele. E então, todos os vossos pecados serão lavados nas águas purificadoras do divino Coração do meu filho, e também, nas águas purificadoras e benéficas, curativas das lágrimas e do coração da minha filha maria Santíssima.

Oh, vinde a mim! Vinde a mim, eu vos amo tanto, que se fosse necessário não só eu daria o meu filho Jesus de novo para morrer por vós, mas, eu próprio desceria para morrer por vós.
O meu amor ao dar o meu filho para morrer por vós atingiu o máximo grau. Aceitai este amor, aceitai a copiosa redenção e a salvação que o meu filho Jesus conquistou para vós.

Esta redenção que é a maior prova e o sinal do amor do meu filho e do meu amor por vós!

Vós todos que sois pais e amais os vossos filhos dizei-me: Teríeis coragem de dar o vosso filho, que é o bem maior que vós tendes na vida para morrer pelos vossos inimigos por aqueles que vos odeiam e que vos ofendem?

Oh, não! Eu tive este amor!

Eu tive este amor por vós, eu dei o meu único filho para morrer por vós porque muito vos amo e porque quero todos vós na minha eterna morada, felizes ao meu lado para sempre, compartilhando de todos os meus bens, de todas as minhas riquezas e de toda a minha eterna glória e felicidade.

Por isso, vinde meus filhos, vinde a mim, dai-me hoje o vosso ‘sim’ e eu entrarei no vosso coração com toda a minha graça e juntos cearemos e permaneceremos para sempre.

Não peço que permaneçais sempre sem defeitos. Oh não! Isto acontecerá, mas eu farei pouco a pouco. Peço que permaneçais sempre em mim, sempre no meu amor!

Permanecei no amor e permanecereis em mim.

Permanecei em mim e Eu permanecerei em vós.

Permanecei no amor, ficai no amor e ficareis em mim e eu ficarei em vós para sempre!

Rezai o Rosário todos os dias, porque aqueles que rezam o Rosário da minha filha prediletíssima Maria, jamais se condenou. Nunca pronunciei sentença de condenação a um devoto do Rosário de Maria.

Nunca dos meus lábios saiu a sentença final de reprovação a um devoto do Rosário de Maria.

Oh, não! Nunca, nunca saiu da minha presença rumo ao inferno acorrentado pelos demônios um devoto do Rosário de Maria.

Por isso, rezai, rezai o Rosário, que é meio seguro de salvação. Aos que rezam o Rosário dou tudo. Não posso resistir porque me pedem as graças em nome do amor, da obediência do meu Filho até a cruz e também dos méritos da obediência, do amor e da fidelidade de Maria. 
Obediência e amor que foi até o calvário, até a cruz e a esta prova de amor, a estes méritos de amor de Jesus e Maria nada, nada posso negar porque eles tem um mérito infinito diante de mim.
Por isso, rezai, rezai o Rosário!

O meu Coração exulta de alegria, quando no Rosário Me chamais, Me dizeis: 'Pai nosso!'

O meu Coração exulta de alegria, quando vós saudais a minha princesa Maria, dizendo: Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco! Porque naquele momento recordo o instante em que eu através do Arcanjo Gabriel anunciei a Maria a encarnação do Verbo, revelei a ela o meu plano de salvação da humanidade e ela toda abrasada e consumida de amor disse-me ‘sim.'

Aquele foi o momento de maior amor de uma pura criatura por mim, de toda a história da humanidade. E por isso quando vós rezais ‘Ave Maria’ lembro daquele momento em que recebi de uma pura criatura o maior e mais abrasado amor e por isso, concedo todas as graças a vós pelos méritos do ‘sim’ de Maria da saudação angélica a Maria!
A todos eu abençoo com amor agora, especialmente a ti meu amado filhinho Marcos.

Muito obrigado, por este novo trabalho e obra de amor que fizeste não só para a minha princesa Maria, mas também para mim.

Sim, este novo filme que fizeste das Aparições dela em Lourdes não glorificou apenas a ela, mas também a mim, porque fui eu que enviei Maria a Lourdes para revelar e mostrar ao mundo: todo o meu amor no amor dela, toda a minha misericórdia na misericórdia del, toda a minha piedade e ternura pelos meus filhos na piedade e na ternura dela.

Sim, cada cura que ela realizou em Lourdes foi comigo que ela realizou, foi o nosso amor que obrou tais maravilhas. Por isso, ali mostro verdadeiramente na face terna, amorosa de Maria, a minha face de amor: que a todos ama, cura, perdoa, salva!

Por isso filho meu, fizeste para mim uma obra de inestimável e grandioso valor e por isso tivestes novos méritos diante de mim.
Por isso dou a ti hoje 53 novas graças. 
E para o seu pai Carlos Tadeu, seu escolhido, seu preferido e aquele que você mais ama sobre a terra, o que mais amas, dou a ele hoje 189.748 graças, que ele receberá ao longo de 3 anos, especialmente no segundo sábado de cada mês. Descerei do Céu com muitos anjos para derramar sobre estas grandes graças.

A ti meu filhinho Marcos, o mais obediente e esforçado dos meus filhos, que me provaste mais uma vez que me amas e que amas a Maria mais do que a ti mesmo.
Porque, mesmo padecendo dores atrozes não deste a ti nem descanso, nem alívio, nem folga. Mas, trabalhastes para mim e para Maria, colocando a minha glória, a glória de Maria, os nossos interesses e o bem das almas em primeiro lugar.
A ti meu servo obedientíssimo, abençoo agora. E também a ti meu amadíssimo servo e filho caríssimo Carlos Tadeu, amo-te imensamente. Tiraste tantos espinhos do Coração do meu filho Jesus, da minha princesa Maria e também tirastes tantos espinhos do meu Espírito, que o mundo crava a todo momento com ingratidões, pecados e ofensas pagando o meu amor com o mal. Tirastes estes espinhos e o meu Espírito, o meu Coração exulta de alegria!

A ti meu amado servo abençoo e novamente digo-te: Não temas porque estarei sempre contigo, eu te sustento, eu te reforço, eu te protejo, eu te guio, eu te guardo, Eu serei sempre o teu sentinela, o teu guardador.

Alegra-te, porque a ti dei o melhor do melhor, dei um filho em quem manifestei um sinal semelhante ao que manifestei no meu filho Jesus no Monte Tabor: a luz sobrenatural da minha predileção, da minha graça, do meu amor eterno. Para te mostrar e mostrar ao mundo inteiro quanto eu te amo e o quanto eu te favoreci com a minha graça de amor.

Eu te abençoo agora com toda a minha ternura e abençoo a todos vós meus filhos: de Jerusalém, de Nazaré e de Jacareí.”






(Maria Santíssima): “Meus filhos, eu sou a Rainha e Mensageira da Paz! Sou a Senhora do Rosário! Sou a Imaculada Conceição!
Muito obrigada por terem vindo para a minha Festa e a Festa do Pai Eterno. Derramo sobre todos vocês agora a indulgência plenária do meu coração Imaculado e também do Eterno Pai, sou a Medianeira de todas as Graças e dou quanto quero, como quero e a quem quero.
Por isso, dou agora a vós essa indulgência apagando as penas dos vossos pecados e também derramo sobre todos vocês agora a minha benção especial e materna.


Meus filhos, amem o amor, o amor é Deus e quanto mais vocês amarem o Senhor mais ele amará a vocês.
Quanto mais vocês se entregarem ao Senhor mais ele também se entregará a vocês. E quanto mais vocês viverem no amor mais viverão em Deus e Deus viverá em vocês.
Sim, somente quando vocês viverem em Deus, então, Deus através de vocês realizará o seu plano de amor e curará definitivamente este mundo, a sociedade, as famílias, a igreja e todo o universo levando tudo à plena realização do seu plano de amor.
E enfim, o triunfo da cruz, o triunfo de Jesus se tornará completo no mundo e nas almas. E finalmente, uma nova era de paz e de amor virá para toda a Terra com novos Céus e Terra purificados, e enfim, transformados no amor e pelo amor..
Então, todos amarão a Deus, todos se amarão em Deus e por Deus, e então finalmente a minha paz triunfará.
Abençoarei o mundo com a paz e finalmente a Terra será transformada, libertada e renovada e viverá eternamente na paz do Céu.
Rezem o meu Rosário todos os dias, porque somente por ele e com ele posso levar vocês a viverem em Deus e Deus viver em vocês.
Sim, através do Rosário transformo cada vez mais as suas almas em perfeitas imagem e semelhança de mim mesma, purifico os seus corações, embelezo as suas almas, curo as feridas da vossa alma, revigoro as forças do espírito de vocês para caminharem na estrada da santidade. E a todos dou sempre mais a minha luz e a minha graça maternas.
Rezem o Rosário, porque somente por ele eu poso habitar nos corações de vocês de modo que o meu inimigo não tenha nenhuma entrada e não possa ter nenhuma influência sobre vocês.
Somente pelo Rosário eu posso realizar em vocês os planos que eu comecei em La Salette e em Lourdes e que vou terminar gloriosamente aqui.
Somente pelo meu Rosário posso retirar das suas almas toda treva e fazer brilhar nelas a minha luz.
Somente pelo meu Rosário eu posso verdadeiramente eliminar das almas de vocês tudo o que ainda restou de nódoas e resíduos do pecado original. E levar todos vocês à plena perfeição de todas as virtudes, sobretudo, do amor.
Para que vocês finalmente possam ser dignos de habitar nos Céus com o nosso Pai Celeste que a todos amam e quer salvar.
Oh, como ele ama os seus filhos! Ele amou tanto os seus filhos que deu o seu bem mais precioso: o seu filho unigênito, para morrer pela salvação de todos.
Sim, tanto amou o Pai o mundo que lhe deu o seu único filho para que o mundo seja salvo pelo filho, e então, conheça o Pai e chegue ao Pai.
Oh! Como ele amou o mundo deu o seu filho para salvar o mundo não com uma oração, com uma pregação ou um milagre, mas com o derramamento de todo o seu sangue divinal até a última gota, padecendo as dores mais atrozes. Para que assim, ninguém tivesse dúvidas do seu grande amor pelo mundo.
Oh! Como ele amou o mundo, ao ponto de dar o seu único filho, para que então, pelo sacrifício do filho os outros filhos fossem poupados do sacrifício eterno nas penas do inferno.
Então, filhinhos, abram os seus corações a este imenso amor, acolham-no, vivam-no e vocês terão em vocês mesmos, em seus corações já um antegozo daquela vida do Céu que o Pai prepara para todos aqueles que o amam.
Convertam-se sem demora, apressem a conversão, porque dois novos castigos aproximam-se da Terra. Rezem, rezem!
Divulguem essa nova obra santa de amor do meu filhinho Marcos para todos os meus filhos, especialmente os mais jovens, para que eles vendo a verdadeira vida em Deus e a alegria celestial que os meus filhinhos jovens recebem em Lourdes quando vão ao meu Santuário, eles também possam sentir a necessidade de me conhecer e de me amar.
E assim, receber em si mesmos a vida da graça, do amor e da alegria que eu quero dar a todos os meus filhos já aqui na Terra, para depois continuar por toda a eternidade no Céu.
Que os meus filhos conheçam a verdadeira alegria que só em mim poderão encontrar da qual brotará a verdadeira paz.
Sejam amor e quando vocês forem amor o amor triunfará!
A todos eu abençoo com amor, especialmente a você meu filhinho Marcos, dou a você hoje 8 bençãos, 8 graças especiais, que inclusive você poderá compartilhar com quem quiser.
E dou ao seu pai Carlos Tadeu 12 graças dos méritos deste novo filme de Lourdes que você fez e também 13 do Terço da Paz meditado que você fez para mim.
Abençoo a você e também abençoo a você meu filho Carlos Tadeu, muito obrigada por ter vindo! Você tirou tantos espinhos do meu Coração e do Coração de Jesus e no lugar colocou as rosas mais perfumadas de amor, oração e louvor.
Derramo sobre você agora a minha benção materna e digo a você:
Avante filho meu, não desanime e não tenha medo porque estou sempre com você e aonde você for estarei presente derramando comigo as grandes graças do meu Coração.
Continue rezando tudo o que te pedi.
E para o próximo mês desejo que você reze durante três dias consecutivos a Hora do Sagrado Coração nº 17.
Através dela te enriquecerei com os grandes tesouros do Coração de Jesus.
Vocês meus filhos amados, deem 9 desses novos filmes da minha Aparição em Lourdes que o meu filhinho Marcos fez para 9 filhinhos meus que não me conhecem. Deem 9 filmes Lourdes novos. E assim, os meus filhos conhecerão o meu amor e por meio do meu amor triunfarei.
Deem também 4 Terços da Paz meditados nº 8 para que assim os meus filhos conheçam as grandiosas graças que realizo aqui, neste lugar santo que eu escolhi e que o Pai Eterno decretou como o seu segundo Céu.
E então os meus filhos virão e eu os curarei no amor para o Triunfo do amor!

A todos abençoo generosamente de Lourdes, de Pellevoisin e de Jacareí.”




(Maria Santíssima): Conforme já disse, onde quer que um desses terços e objetos santos chegue ali eu irei viva levando comigo as grandes graças do Senhor.
A todos abençoo novamente com amor para que sejam felizes e deixo a minha paz."

Nenhum comentário:

Postar um comentário