sexta-feira, 28 de maio de 2021

APARIÇÕES DE HEROKDSBACH

❤️As Aparições de Heroldsbach - Alemanha🙏

🔥O PRINCÍPIO DAS APARIÇÕES:

Com letras brilhantes "JSH" (sinal de DEUS) começam as aparições em Heroldsbach no dia 09.10.1949. Neste dia as crianças videntes são 4 meninas de 10 e 11 anos, a Erika, Gretel, Kuni e Maria.
Todas elas estão nesta tarde do "Domingo do Rosário" a apanharem folhas coloridas do Outono no parque do Castelo Thurn para a aula de desenho. Mais ao menos às 17 h põem-se a caminho de casa. Ao abandonarem a floresta são intimamente tocadas por um sentimento único de meditação e temor a Deus. Elas são empurradas por um poder invisível para se ajoelharem. Depois de rezarem uma oração curta levantam-se e continuam o seu caminho.

Este medo misterioso entra outra vez nelas, de novo elas no alto da colina se ajoelham. Uma menina traz o terço com ela. Põem-no à sua frente e com o olhar voltado para a cruz rezam algumas orações. Vêem à frente da floresta de bétulas umas letras verdes a brilharem como se o sol se refletisse num vidro verde, a sua altura é de meio metro e estão a 3 m do chão.

As crianças vêem aqui um sinal de DEUS, sem saberem explicar como isto está a acontecer. Depois de se questionarem mais tempo sobre o sentido das letras, sabem que é o símbolo da "Santíssima Trindade". Vêem que o "S" que se encontra no meio, 50 cm mais alto que as outras letras, significa do latim "Spiritus Sanctus". O "J" vêm do hebraico da palavra Deus Pai "Jahwe", o "H" do grego "Hyios" que é Deus Filho.

💖A VIRGEM MARIA BRILHANTE.

No primeiro dia da aparição as quatro meninas vêem a seguir das letras um vulto de luz branca voando sobre a floresta de bétulas. O vestido chega até aos pés. Na cabeça tem um véu fininho branco. O vestido tem uma fita branca atado nas ancas, nela está pendurado o terço escuro. As suas mãos estão encostadas ao peito com os dedos esticados como em oração. A expressão do belo rosto sobrenatural está viva. À primeira vista, a "Virgem" radiante pode ser reconhecida como um ser vivo. Ela reforça a impressão de sua vivacidade através de movimentos flutuantes. "Ela" afunda até ao lugar onde estavam as letras agora desaparecidas e flutua novamente sobre as bétulas mudando de posição para a esquerda e para a direita. As meninas admiradíssimas olham para "Ela".

Elas não entendem como a "Senhora" não cai para o chão. A estranheza deste acontecimento prende os seus olhares mais ao menos 10 minutos. O inexplicável deixa-lhes aumentar o medo.

Finalmente ele é tão grande, que começam todas a correr o quanto podem para casa. As meninas não querem que alguém saiba, mas as mães notam a diferença no seu comportamento. Quando elas começam a contar, primeiramente a reação é de rejeição. Só muda quando uma mãe vê com os seus próprios olhos o vulto flutuando sobre as bétulas.

Também o padre Gailer, que conhece muito bem as meninas se deixa convencer depois de algum tempo pensando que o chamamento à oração poderia ser verdadeiro. Por isso mudou a oração do terço da tarde para esse lugar da aparição na colina. Até ao fim de Outubro a "Mãe de Deus" aparece diariamente e cada vez mais crentes se juntam para rezarem.

Nos fins de Outubro despede-se das crianças com a promessa de voltar novamente, se rezarem muito. Um grande número de crentes continua rezando todo o Novembro, sem que a "Mãe de Deus" se mostre. Só no dia 08 de Dezembro é que todos os presentes foram recompensados com o grande milagre do sol.   

🕯️AS APARIÇÕES DE PERTO.

Até ao dia 13 de Janeiro, as aparições são EM cima da floresta de bétulas. Por causa da luz sobrenatural que se pode ver neste lugar, deu-se a ele o nome "lugar místico do ceu".
Em 13 de janeiro de 1950, no entanto, houve uma mudança neste local de aparição: Nossa Senhora aparece diretamente na colina, onde as meninas se encontram. Este local chama-se: a colina das aparições.

Uma vidente ora com os crentes na colina das aparições e vê a mãe celestial em estreita proximidade após o "anjo do Senhor". Fica ao lado do lugar, onde as meninas têm sua posição elevada das aparições. A Virgem Maria está vestida de branco. A criança fica surpresa e assustada com a proximidade inesperada de apenas alguns metros. Agarra-se com medo a sua mãe, fica assim, até que a aparição desapareça.

Alguns dias depois, três das videntes vêem a mãe celestial com o menino Jesus acima da floresta de bétulas. As meninas vão para a beira da floresta e rezam em frente a um altar que lá tinham posto, depois continuam sua oração na cruz da floresta. No caminho, uma criança vê a Mãe Santíssima por um momento no topo das árvores. Na cruz da floresta, duas meninas de repente vêem Nossa Senhora na frente delas durante a oração. Cerca de 20 metros entre as árvores "Ela" está de pé entre chão, seu vestido branco brilhante envolve-a  até seus pés. Ela usa um delicado véu azul na cabeça, que cai sobre os ombros. Ela sorri gentilmente para as crianças e lentamente se aproxima. Apesar do medo, elas se sentem atraídas como por um ímã e também se aproximam "Dela". É tão maravilhosa de se ver.

As meninas caíram de joelhos e estão olhando em seus brilhantes olhos azuis. Seu olhar animado parece mergulhar em suas almas e delicadamente penetrá-las. Um vermelho muito delicado dá ao rosto sobrenatural o frescor jovem. Depois de algum tempo de aparição... abençoa e se torna invisível.

Dois dias depois, a Mãe Santíssima aparece novamente na oração da tarde, sobre a floresta de bétulas. Uma criança, que ainda não chegou perto, pede para se aproximar. Não há resposta nem reação. A única resposta é "sim" à sua pergunta sobre se elas devem voltar amanhã e orar.

No 1º de fevereiro, a Santíssima Virgem aparece por volta das 17h e novamente às 20h acima da floresta de bétulas. Ela pede às meninas que oram no pódio para se aproximarem. Ao mesmo tempo, flutua das copas das árvores e chega ao poste de luz, o "local do encontro místico". De acordo com o chamado, as crianças também caminham em direção a ela em oração e permanecem esperando. Elas ouvem: "Cheguem mais perto de mim!" Receosas, elas seguem o pedido passo a passo: "Cheguem mais perto!" Finalmente elas chegaram a um metro e receberam a bênção da Mãe Celestial. Ela diz a elas antes de desaparecer: "Venham aqui todos os dias a esta hora!"

🌹TOQUES MÍSTICOS.

👉Tocando o manto.

Os três pedidos preparatórios são: oração, penitência e expiação.

Estes abrem caminho para um nível mais alto de experiência sobrenatural. As videntes podem tocar a Mãe Santíssima!

Na noite de 3 de fevereiro, as meninas vêem a Rainha celestial acima da floresta de bétulas. Ela fica em tamanho natural, envolta em seu largo manto azul. Uma coroa dourada brilha em sua cabeça e suas mãos estão postas sobre o peito. Sem dizer nada, ela permanece lá por cerca de cinco minutos. Então ela flutua até ao pódio, fica por um momento e chama as meninas a uma distância de cerca de 20 m: "Queridas filhas, cheguem mais perto!" Estas descem do pódio e dão alguns passos em direção à Mãe Santíssima. Ansiosamente, elas se ajoelham no chão cheio de pedras pontiagudas e continuam a orar em silêncio.

Depois de um tempo, a Mãe de Deus lhes diz: "Cheguem ainda mais perto!" Elas se levantam e hesitantemente se aproximam dela. Ajoelham-se novamente e rezam.
A Mãe Celestial olha para elas com um sorriso e fala para cada criança individualmente: "Toca meu manto com a mão!"
Leva mais de um minuto para uma garota se levantar. Lentamente, vai até "Ela" e se ajoelha diretamente na frente da Mãe de Deus. Segura a bainha do manto azul, que parece seda pesada. Uma corrente de força dispara através da mão e do braço que penetra todo o corpo da criança. Profundamente movida, ela volta ao lugar.

Uma segunda garota segue seu exemplo. Ela também combate sua ansiedade tímida e toca a barra do Manto, fica impressionada com a seda macia.O fluxo penetrante de força desencadeia uma sensação calmante de segurança. A criança recua para dar espaço para a próxima, mas naquele dia ninguém mais ousa tocar no Manto. A aparição espera mais quinze minutos. Então "Ela" abençoa e diz: "Louvado seja Jesus Cristo!" As crianças respondem: "Para sempre. Amém."

👉TOQUE DE MÃOS.

Na noite seguinte, a Mãe de Deus aparece novamente com um Manto azul e uma coroa de ouro sobre as bétulas. Depois de alguns minutos, "Ela" flutua até perto do pódio depois de parar brevemente duas vezes no caminho. Ela diz às crianças: "Cheguem mais perto!" Quando elas estão com "Ela", lhes afirma: "Toquem minhas mãos com vossa mão!" As meninas se levantam uma a uma e esticam as mãos. Com as pontas dos dedos, tocam cuidadosamente as mãos postas de Nossa Senhora. Então elas recuam e se ajoelham profundamente tocadas intimamente para a oração silenciosa. É o primeiro contato direto entre a aparição e as videntes, que sentem as mãos da Mãe de Deus como em uma pessoa viva.

👉TOCANDO NO VESTIDO.

Imediatamente depois de tocar as mãos, a Mãe Santíssima diz às crianças: "Toquem  também o meu vestido com a vossa mão!" Elas se aproximam mais de joelhos até que seus braços estendidos atinjam a Virgem.
Cada garota toca a barra do vestido branco e volta. Em contraste com o manto pesado, o vestido parece delicado, seda muito macia. Elas pedem à Mãe Celestial a bênção que "Ela" dá imediatamente. A Mãe de Deus permanece por quase meia hora. Finalmente, "Ela" diz: "Toquem meu vestido novamente na bainha!" As meninas atendem ao pedido e têm a mesma experiência de contato.
A Mãe Celestial dá sua bênção e desaparece na luz que vai desaparecendo lentamente.
Uma grande corrente de poder emana do vestido branco da Mãe de Deus como expressão de sua pureza imaculada. Então, uma garota descreve a experiência da corrente fortíssima: "Quando toquei a barra do seu vestido, penetrou essa corrente até ao lugar mais íntimo do meu corpo e da minha alma.
"Voltamos com medo e assustadas!"

A Mãe de Deus aparece sobre as bétulas às 14h30 do domingo seguinte. Existem cerca de 5.000 peregrinos." Ela" diz às meninas:
"As pessoas devem orar melhor!" Durante a procissão até ao cruzamento da floresta, "Ela" se mostra na frente de um carvalho próximo. Duas crianças tocam a bainha do vestido. "Ela" abençoa e desaparece.
Depois que a procissão retorna ao pódio, ela é brevemente visível de novo acima da floresta de bétulas.
Às 17h30, "Ela" aparece com o menino Jesus sobre as bétulas. "Ele" usa um vestido com listras prateadas e tem uma bandolete de prata na cabeça. O menino Jesus abençoa com a mãe. Ela diz: "Estou muito satisfeita com a vossa oração desta tarde".
À noite, às 20h30, ocorre uma terceira aparição da mãe celestial. Ele flutua das bétulas até às crianças no pódio. Ela para a cerca de cinco metros e diz: "Queridas filhas, aproximem-se  de mim!" Elas podem tocar na bainha do manto e também na do vestido.
A Mãe de Deus chama as meninas para um ato novo e significativo: "Queridas filhas, dêem-me  vossa mão e "Eu" vos dou a minha mão!" Elas avançam uma a seguir da outra estendendo  sua mão direita. Enquanto a Mãe de Deus coloca a mão esquerda no peito, ela abaixa a mão direita e coloca-a na mão de cada garota e as deixa sentir um leve aperto de mão. A mão da Virgem Maria pode ser sentida viva. É macia, delicada e quente. Após esta ação, a Mãe de Deus diz: "Quero abençoar cada criança individualmente". "Ela" se vira para todas e dá às sete meninas sua bênção especial, uma após a outra, e diz: "Esta bênção será de grande benefício para vossa vida". Os eventos afetaram profundamente todos os que estavam presentes. A Mãe Celestial diz fielmente: "Fiquei satisfeita com a vossa oração". Então "Ela" acrescenta: "Responderei a todas as orações daqueles que acreditam em mim".
"Ela" concede aos filhos os toques místicos novamente e também aperta a mão delas. Então "Ela" abençoa a todos e desaparece com a saudação cristã: "Louvado seja Jesus Cristo!"
🙏...continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário